Edemilson Barbarini

Edemilson Barbarini

Conteúdo relacionado - Autor - Texto Principal

Dia do prefeito

O mês de outubro foi um mês de várias datas importantes de nosso calendário. Dia do Prefeito (06), dia da Criança (12), da Nossa Senhora (12), dia do Professor (15), e Dia do Servidor Público (28). Já escrevi artigos sobre dia do Professor, da Criança e do Servidor Público.
Tenho certeza que lembram destas datas comemorativas, menos a do prefeito, não é? Para muitos brasileiros é idolatrado, e para outros é odiado! Muitos cidadãos tem comportamentos nada simpáticos com esta autoridade quando ele se aproxima. Alguns torcem o nariz, ou dão um passo para trás ou de lado, ou olham desconfiados. Outros falam com paixão, enaltecem o nome do prefeito, pelo que fez em seu bairro, ou defendem mesmo que seja culpado, pois são fanáticos por ele.
É a principal autoridade da cidade. Qualquer evento o Prefeito é convidado ou envia um representante. Hoje no Brasil, está autoridade é muito criticada em tudo. Realmente a vida de prefeito não é fácil.
Vou dar alguns exemplos. É madrugada, ligam para o Prefeito, informam que devido às chuvas torrenciais, houve sérios alagamentos, desmoronamentos, colocando famílias em risco. Ele se levanta e vai acompanhar e tomar medidas paliativas com seus secretários.
A rua está esburacada, em razão da instalação de água potável para as famílias do bairro, porém o chato do bairro liga para o Prefeito e desce o pau, pois existe um buraco em frente a sua garage, ou, instalam ponto de ônibus e os moradores não aceitam, pois irá atrapalhar a circulação dos pedestres pela calçada.
Estão recapeando as ruas do bairro até de sábado, e justamente um dos moradores pretende fazer aquele churrasco em comemoração ao aniversário da esposa, e seus familiares não podem estacionar na rua.  E quem é o culpado de tudo isto, o PREFEITO! Toda semana surgem os pedintes de praxe, exigindo isto ou aquilo, que na verdade em algumas situações são solicitações absurdas, inusitadas ou pura aberração.
O Prefeito está fazendo o que tem que ser feito para manutenção da cidade ou desenvolvimento, porém, em várias circunstâncias isto causa transtorno aos moradores da cidade.
É comum dizem “- ele não se candidatou a Prefeito? Então tem que resolver esta situação!” Quem se candidata e vence não pode resmungar. Precisa trabalhar para resolver os percalços do dia a dia. Foi se o tempo que o Prefeito saia de seu Gabinete e ia fiscalizar as obras pela cidade, e os moradores conversavam, e o Prefeito anotava em um papel a reivindicação. Hoje é arriscado ir à na esquina e ser cercado por cidadãos solicitando justificativas para isto ou aquilo, senão for agredido com palavras de baixo calão.
As redes sociais fulminam qualquer político, mas também favorece os gestores em sua divulgação de suas obras que beneficiam a cidade.
Os prefeitos querem resolver os problemas na melhor maneira possível, mas barram em vários entraves, desde burocracia, falta de dinheiro, dificuldade de diálogo com legislativo, com sua própria equipe de trabalho. Existem prefeitos e prefeitos das mais variadas peculiaridades, que podem ajudar muito ou atrapalhar a sua própria condução como gestor público.
O Prefeito não tem tempo de comemorar seu dia, tem que trabalhar para executar e fazer parcerias para obras direcionadas ao interesse coletivo, simplificar os serviços, enxugar a estrutura, buscar verbas públicas em todos os Orgãos federais e estaduais, com intuito de desenvolver a cidade.
Encerrando qual o dia do prefeito mesmo?

Edmilson Barbarini, servidor público municipal, bacharel em ciências contábeis