Valinhos terá pesquisa para testar nova vacina contra a Covid-19

Valinhos terá pesquisa para testar nova vacina contra a Covid-19

A Azidus Brasil será um dos centros aprovados pela Anvisa para conduzir pesquisa com a finalidade de avaliar a eficácia de uma nova vacina
A Azidus Brasil será um dos centros aprovados pela Anvisa para conduzir pesquisa com a finalidade de avaliar a eficácia de uma nova vacina

A Azidus, empresa global com sede em Valinhos que se dedica a realização de estudos clínicos há mais de 20 anos no Brasil e em outros países do mundo, será um dos centros aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e Conep (Comissão Nacional de Ética e Pesquisa) para conduzir um estudo clínico de Fase 3 para avaliar a eficácia e segurança de uma vacina tecnológica e promissora para o combate à Covid-19.

A pandemia que o mundo enfrenta desde novembro de 2019 só será vencida com a pesquisa e descoberta de vacinas que imunizem a população por um grande período de tempo. A ciência continua buscando uma vacina pesquisando várias origens incluindo RNAm, DNA, vírus inativado, vetores virais vivos, proteínas recombinantes, peptídeos e VLPs.

Por isso, as pesquisas devem continuar e você pode ajudar a fazer história nessa pandemia. Valinhos será palco de uma grande pesquisa com uma vacina inovadora desde seu modo de produção, pois seu mode de obtenção é bem diferenciado já que tem origem em plantas. A vacina candidata desenvolvida pela empresa canadense Medicago é uma partícula de automontagem de VLP que exibe trímeros da proteína S recombinante do SARS-CoV-2 integrada à bicamada lipídica das nanopartículas.

Essas VLPs são produzidas em uma planta (Nicotiana benthamiana – folha de tabaco) e lembram de perto a estrutura nativa dos vírus SARS-CoV-2, permitindo que sejam facilmente reconhecidas pelo sistema imunológico. Os estudos já realizados pela empresa de Fase 1 e 2 trazem empolgação quanto ao seu potencial de gerar proteção contra a Covid-19.

A Azidus tem o prazer de convidar as pessoas interessadas para participar desse estudo e ajudar a ciência a combater e erradicar com o vírus da Covid o mais rápido possível. Basta ter mais de 18 anos, com ou seu comorbidades. “Ser um voluntário de pesquisa é um ato nobre que traz nesse momento mais vantagens do que desvantagens a quem participa”, ressalta a Dra. Luciana Ferrara, CEO da Azidus Brasil.

O médico responsável pela pesquisa em Valinhos é o renomado infectologista reconhecido mundialmente Dr. Ricardo Diaz (médico e professor na UNIFEP). Ele e, um grande grupo de médicos, enfermeiros, farmacêuticos, técnicos e equipe operacional estão preparados para realizar um grande feito para o Brasil vacinando mais de 2.000 pessoas no interior de São Paulo.

O estudo será bastante controlado e os voluntários terão todo o suporte pelo período de 1 ano em que a pesquisa vai ocorrer. “Este é um estudo de Fase 3 e, como todo mundo já sabe, nesse tipo de estudo um grupo toma vacina e outro grupo toma placebo mas, o modo de tratamento deste estudo é diferenciado porque as pessoas que tomaram placebo no primeiro período de estudo irá tomar vacina em até 90 dias. É o que chamamos de estudo cruzado quem toma vacina depois toma placebo e quem toma placebo depois toma vacina. Assim, todo mundo é beneficiado”, explica a Dra. Luciana.

Além disso, todo suporte de saúde será garantido pela equipe da Azidus. “Se você se contaminar com Covid-19 lhe daremos todo o suporte médico e laboratorial necessário – Sua Saúde é Nosso Trabalho. Cadastre-se para participar do estudo e, venha conversar conosco para entender e escolher de forma livre sua participação no estudo. Para nós conduzir este estudo é um grande prazer e, a sua participação será uma honra”, finaliza.

 

Azidus Brasil - Unidade Valinhos

Rua General Osório, 507 - Vila Martina

Tel. 19 3829-6160

Link para cadastro: https://cutt.ly/Nxlq2Xp

Link para a reportagem do JN sobre a aprovação do estudo: https://globoplay.globo.com/v/9421837/