Valinhos se mantém na 2ª posição no ranking da vacinação contra Covid-19

Valinhos se mantém na 2ª posição no ranking da vacinação contra Covid-19

Valinhos se mantém na 2ª posição do ranking na aplicação da primeira dose de imunizantes contra a Covid-19 entre os 20 municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas), com percentual de 4,82% do total da população vacinada na Campanha Nacional de Vacinação Contra a Covid-19.

Valinhos permanece atrás somente da metrópole Campinas que apresenta um índice de 5,17%. Os dados são baseados no Vacinômetro, a ferramenta digital do Governo do Estado de São Paulo pelo sistema Vacivida, que mostra em tempo real os registros da quantidade das pessoas imunizadas contra o coronavírus.​

Entre as medidas adotadas pela Prefeitura de Valinhos, por meio da Secretaria da Saúde, que contribuem para o bom posicionamento no ranking de maior índice de imunização dentro do Estado de São Paulo, estão a organização e a logística. A adoção de agendamento prévio dos grupos prioritários e do sistema drive-thru para maior mobilidade dos idosos e menor aglomeração agilizam o processo.

“Antes mesmo de recebermos o primeiro lote de vacinas, em meados de janeiro a nossa Vigilância Epidemiológica já estava com toda a logística montada para vacinar os grupos prioritários e permanece diariamente de prontidão a espera de novos lotes para atender de imediato os grupos prioritários seguintes. Com organização e seriedade, estamos seguindo todas as normas sanitárias e critérios do Ministério da Saúde e Governo do Estado”, destacou a prefeita Capitã Lucimara. 

A vacinação em Valinhos foi iniciada no dia 21 de janeiro. De lá para cá, tão logo a DRS VII, que é Departamento Regional de Saúde, órgão do Governo do Estado, com sede em Campinas, avisa sobre a chegada de novos lotes para o município, a Vigilância Epidemiológica entra com sua logística de agendamento, triagem e vacinação dos grupos prioritários. Inicialmente foram atendidos com a primeira dose os profissionais da saúde que atual na linha de frente em hospitais, pronto atendimentos e unidades básicas, além de funcionários e idosos de casas de repousos.

Na sequência, também conforme o estabelecido pelo Plano Nacional de Imunização Contra a Covid-19, foram imunizados com a primeira dose de imunizantes os idosos com mais de 90 anos, profissionais em geral de setores da saúde, além de idosos das faixas etárias entre 85 e 89 anos e 80 e 84 anos. No total foram 7.790 doses recebidas até o último dia 25, sendo que foram aplicadas 6.012 vacinas como primeira dose.

2ª dose
O município também realizou a aplicação da segunda dose de vacina aos primeiros grupos atendidos anteriormente, sendo os profissionais da saúde que atual na linha de frente em hospitais, pronto atendimentos e unidades básicas, além de funcionários e idosos de casas de repousos.

Já nesta terça-feira (2), a Vigilância Epidemiológica tem programação para receber um novo lote da vacina CoronaVac destinado para aplicação de segundas doses. Serão 1.490 doses, sendo 1.040 para vacinar os profissionais que atuam nos setores da saúde que já tomaram a primeira dose desta mesma vacina a partir do dia 2 de fevereiro. Outras 450 doses serão reservadas para aplicação da segunda dose nos idosos com mais de 90 anos de idade, além de acamados desta mesma faixa etária. Em ambos os casos, a Secretaria da Saúde irá disponibilizar links de agendamento obrigatório.

No caso da vacinação dos profissionais da saúde, a segunda dose será aplicada nesta terça (2), quarta (3) e quinta-feira (4), das 16 às 19 horas, na UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Santana. Já os idosos com mais de 90 anos receberão a segunda dose no próximo sábado (6), das 8 às 11h30, em sistema Drive-Thru, no Parque Municipal Monsenhor Bruno Nardini.