Valinhos inicia plano do Cismetro para reduzir filas de exames

Valinhos inicia plano do Cismetro para reduzir filas de exames

A Prefeitura de Valinhos já está colocando em prática a sua participação no Cismetro (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Metropolitana de Campinas) visando a necessidade da redução das filas de espera por exames e consultas.

Por meio do consórcio, a Secretaria de Saúde já viabilizou a contratação, até dezembro deste ano, de 3,5 mil exames de ultrassonografia para diagnósticos gerais. Destes, 60 já foram realizados nos últimos dias por pacientes que utilizam a rede pública de saúde de Valinhos em uma clínica na própria cidade que está credenciada no sistema do Cismetro.

Pelo convênio, além da realização de diversos exames de diagnósticos gerais, soma-se outros procedimentos para a melhoria da prestação dos serviços ofertados na rede municipal. Segundo informações do Departamento Técnico Administrativo da Secretaria de Saúde, que gerencia o convênio com o consórcio, a prioridade neste primeiro momento em ofertar os exames de diagnósticos por ultrassonografia deu-se em razão do contrato com a empresa de Ribeirão Preto, que operava o serviço na UBS do Jardim Paraíso, ter-se encerrado no último dia 22, e da dificuldade de novo procedimento licitatório em função da burocracia e morosidade do processo, dos valores de mercado serem maiores para a maioria dos procedimentos de ultrassonografia em comparação com a Tabela CISMETRO, bem como a possibilidade de uma empresa fora da cidade ser a vencedora da disputa.

“Para que não houvesse interrupções no atendimento, e possível aumento da fila por estes exames, optamos por fazer a transição imediata dos serviços para o Cismetro, agilizando desta forma o processo de contratação de uma clínica especializada e credenciada no sistema, e consequentemente atendendo mais rapidamente a população que depende dos resultados com mais agilidade para o diagnóstico. Além disso, também é possível a oferta de exames por diagnóstico de imagem de maior complexidade, que envolvem até mesmo biópsia, por exemplo, antes mais difíceis de serem contratados pela Prefeitura”, explicou a secretária de Saúde, Carina Missaglia que também já discute com a equipe da Saúde as demais opções de contratações pelo sistema, bem como a verba que será destinada ao consórcio, para o ano de 2022.