Valinhos confirma mais 6 mortes e 10 novos casos de COVID-19

Valinhos confirma mais 6 mortes e 10 novos casos de COVID-19

A Secretaria da Saúde confirmou nesta terça-feira (27) em Valinhos mais 6 mortes e 10 novos casos de covid-19. Com isso, a cidade tem agora 3.397 casos positivos e 162 óbitos causados pelo coronavírus.

A taxa geral de ocupação dos leitos de UTI na cidade subiu para 44%. Na Santa Casa, que atende pacientes pelo SUS, a taxa de ocupação subiu para 59%. Dos 32 leitos de UTI para internação de pacientes com quadros mais graves da doença, 19 estão ocupados e 13 estão liberados para novos pacientes.

O número total de internados (somando UTI e enfermaria da Santa Casa e do Hospital Galileo) subiu para 38 pessoas.

Óbitos

Os 6 óbitos registrados nesta terça-feira ocorreram entre os dias 22 e 26 de outubro. São três homens e três mulheres, cinco moradores de Valinhos e um informou residência em outra cidade.

- Uma mulher de 52 anos com histórico de doença neurológica e diabetes. Foi internada na UTI da Santa Casa no dia 19 de outubro e morreu no dia 22 de outubro. Moradora de Valinhos, bairro Von Zuben.

- Uma mulher de 65 anos com histórico de doença cardiovascular. Foi internada na UTI da Santa Casa no dia 08 de outubro e morreu no dia 23 de outubro. Moradora de Valinhos, bairro São Luiz.

- Uma mulher de 81 anos com histórico de diabetes. Foi internada na UTI da Santa Casa no dia 07 de outubro e morreu no dia 24 de outubro. Moradora de Campinas, bairro Jardim São Pedro.

- Um homem de 84 anos com histórico de doença cardiovascular. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 24 de setembro e morreu no dia 25 de outubro. Morador de Valinhos, bairro Vila Boa Esperança.

- Um homem de 91 anos com histórico de doença cardiovascular e doença renal. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 22 de outubro e morreu no dia 25 de outubro. Morador de Valinhos, bairro Vila Clayton.

- Um homem de 32 anos sem histórico de doenças crônicas. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 18 de outubro e morreu no dia 26 de outubro. Morador de Valinhos, bairro Lenheiro.

Dos 162 casos de óbitos pela covid-19 confirmados na cidade, 103 eram moradores de Valinhos e 59 viviam em outros municípios.

                                                                                     

Casos positivos

Dos 10 novos casos confirmados de covid-19 nesta terça-feira, 8 são moradores de Valinhos e 2 são moradores de outros municípios. No total, dos 3.397 casos já confirmados da doença, 2.372 são de moradores de Valinhos e 1.025 informaram que residem fora da cidade.

A Secretaria da Saúde contabiliza casos de munícipes e não munícipes confirmados com covid-19 na mesma tabela de dados, já que todos os não munícipes com exames positivos têm alguma ligação com a cidade, como atividades profissionais, parentes próximos e imóveis de veraneio (chácaras utilizadas nos finais de semana, por exemplo) e foram tratados pelo sistema valinhense de saúde (público ou privado). A divulgação dos dados, no entanto, discrimina quem são moradores e não moradores.

Os casos suspeitos subiram para 327 no município nesta terça-feira. O número de mortes em investigação caiu para 0. Há ainda 2.654 casos descartados.

 

Curados

A taxa de recuperação dos pacientes com resultado positivo para covid-19 em Valinhos caiu de 94,7% para 94,5% nesta terça-feira. Das 3.397 pessoas que foram confirmadas com a doença desde o início da pandemia na cidade, 3.212 se recuperaram.

Leitos

O número de pacientes internados nos dois hospitais de Valinhos subiu de 32 para 38 pessoas nesta terça-feira. Desses, 23 estão em UTIs (19 na Santa Casa e 4 no Galileo), com quadros mais graves, e outros 15 em enfermarias (10 na Santa Casa e 5 no Galileo).

A taxa geral de ocupação das UTIs na cidade (atendimento SUS e privado) subiu de 42% para 44%, segundo informações oficiais dos hospitais à Secretaria Municipal da Saúde. Dos 52 leitos disponíveis para covid (32 na Santa Casa e 20 no Galileo), 23 estão ocupados no momento.

Na UTI da Santa Casa, que atende pelo SUS, a ocupação subiu de 47% para 59%. Dos 32 leitos de UTI disponíveis pelo SUS, 19 estão ocupados. A Santa Casa informa que dos 32 leitos de UTI para covid, 31 são leitos efetivos e 1 é de pronto-socorro, mas que pode receber pacientes de urgência enquanto aguardam a abertura de vaga na UTI.

Na UPA, a instalação recente de dois respiradores enviados pelo Governo do Estado possibilitou iniciar o atendimento em leitos de apoio para pacientes que aguardam vagas na UTI da Santa Casa quando ela estiver lotada. Esses novos leitos serão usados apenas como apoio para a Santa Casa e serão ocupados quando não houver vagas disponíveis no hospital.