Valinhos completa 7 meses de combate à COVID

Valinhos completa 7 meses de combate à COVID

Na segunda-feira (19) Valinhos completou 7 meses do registro dos primeiros casos da COVID-19. A pandemia que assola o mundo com mais de 1 milhão de mortes ainda está longe de ser erradicada. No Brasil já são mais de 150 mil mortes.

Em Valinhos a Secretaria de Saúde registrou 3.302 casos confirmados e 154 mortes até a última segunda-feira (19). Dos 154 casos de óbitos pela COVID-19 confirmados na cidade, 98 eram moradores de Valinhos e 56 viviam em outros municípios, mas tinham vínculo com a cidade.

A taxa de ocupação de leitos de UTI na cidade está em 33%. Existem 26 pessoas internadas na Santa Casa e no Hospital Galileo, sendo 17 na UTI e 9 na enfermaria.

Os casos suspeitos caíram para 196 e o número de mortes em investigação subiu para 1. Há ainda 2.440 casos descartados.

Com base nos dados da Secretaria da Saúde, a Folha de Valinhos traçou o Perfil das 154 vítimas. O levantamento mostra que os homens continuam sendo a maioria: 61% contra 39% de vítimas mulheres. A faixa etária com maior índice de vítimas é entre 71 e 80 anos (26,6%). Já o menor índice está entre jovens e adultos com idade entre 20 e 40 anos (2,6%).

A vítima feminina mais nova tinha 27 anos e faleceu no dia 16 de julho, tinha histórico de obesidade e pneumopatia crônica. Já a vítima mais idosa tinha 101 anos, faleceu dia 16 de junho e tinha histórico de doença neurológica. A vítima masculina mais nova tinha idade de 32 anos, morreu no dia 9 de julho e apresentava histórico de doença cardiovascular. Já o mais idoso, 98 anos e faleceu no 8 de julho. Ele tinha histórico de pneumopatia crônica.