Valinhos começa na 2ª feira vacinação de crianças de 11 anos com comorbidades e imunossuprimidas

Valinhos começa na 2ª feira vacinação de crianças de 11 anos com comorbidades e imunossuprimidas

A vacinação para jovens e adultos, a partir dos 12 anos, será exclusivamente no CETS e Vigilância a partir da segunda-feira, dia 17; para as crianças, terá programação específica para vacinação em algumas Unidades Básicas de Saúde

A Secretaria de Saúde de Valinhos, começa na próxima segunda-feira, dia 17, a vacinação contra a Covid para crianças de 11 anos com comorbidades e imunossuprimidas, seguindo o escalonamento definido pelo Estado. O imunizante utilizado é o da Pfizer, com a mesma composição que é usada para a vacinação dos adultos, porém, com dosagem menor, 2 doses de 0,2 ml com intervalos, entre elas, de 56 dias. A vacinação será realizada na 2ª feira para este grupo em 3 UBS´s da cidade, a UBS São Marcos, UBS Pinheiros e UBS Vila Santana, das 13h00 às 15h00, com distribuição de senhas. Nesta 1ª semana, por conta do curto espaço entre a entrega das doses e o início da vacinação, a Prefeitura irá divulgar dia a dia os locais de vacinação. Na 2ª feira, serão divulgados os locais de 3ª feira e assim por diante.

“A vacinação não é obrigatória mas incentivamos aos pais que possam levar seus filhos para serem vacinados. É importante, ainda mais neste momento de nova variante que estamos atravessando, com muitos casos diários, e também a proximidade do retorno das aulas presenciais neste ano”, afirmou a prefeita Capitã Lucimara.

É importante que os pais ou responsáveis façam o pré-cadastro das crianças no site www.vacinaja.sp.gov.br. O preenchimento do formulário digital é opcional e não é um agendamento, mas agiliza o atendimento nos postos, evitando filas e aglomerações. Para cadastrar os filhos, pais e responsáveis devem acessar o site, clicar no botão “Crianças até 11 anos” e preencher o formulário.

Os pais ou responsáveis devem levar os documentos pessoais (CPF da criança ou, se não tiver, o Cartão SUS da criança), bem como um comprovante de endereço. Também é necessário apresentar uma carta do médico para comprovar a comorbidade. É obrigatório que as crianças esteja acompanhadas pelos pais ou responsáveis legais. Após a vacinação, a criança deverá permanecer por 20 minutos em observação na UBS até ser liberada pelo profissional de Saúde.

A vacinação dos jovens e adultos, a partir dos 12 anos, será exclusivamente agora no CETS e na Vigilância Epidemiológica, a partir da segunda-feira, dia 17.

Abaixo, segue os endereços e horários dos locais de vacinação na cidade:

Vacinação das crianças - a partir de 2ª feira, dia 17, começando pelas crianças de 11 anos com comorbidades ou imunossuprimidas

- UBS’s: aplicação, entre 13h00 e 15h00, com a entrega de senhas, na 2ª feira, dia 17:

UBS São Marcos, UBS Pinheiros e UBS Vila Santana

Vacinação dos jovens e adultos, a partir dos 12 anos

- Posto fixo da Vigilância Epidemiológica: o posto funciona na Avenida Brasil nº 144 (em prédio anexo à UBS da Vila Santana) com aplicação de doses conforme disponibilidade, de 2ª a 6ª feira, das 16h00 às 18h30;

- CETS: localizado na Rua Bahia snº, Vila Santana, com aplicação das doses conforme disponibilidade, de 2ª a 6ª feira, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00, mediante entrega de senhas;

INTERVALOS ENTRE AS DOSES:

Janssen: a partir dos 18 anos e com intervalo de 61 dias entre a primeira vacina e a dose adicional, contados a partir do dia seguinte da aplicação da primeira dose, com imunizante da própria Janssen (quando houver) e da Pfizer. A aplicação é feita no CETS e posto da Vigilância Epidemiológica;

Pfizer (disponível para crianças de 5 a 11 anos (vacinação será escalonada) e munícipes acima de 12 anos)
- de 5 a 11 anos: intervalo de 56 dias entre a 1ª e a 2ª dose, contados a partir do dia seguinte de aplicação da 1ª dose;
- de 12 a 17 anos: intervalo de 56 dias entre a 1ª e 2ª dose, contados a partir do dia seguinte da aplicação da 1ª dose;
- adultos (a partir de 18 anos): intervalo de 21 dias entre a 1ª e a 2ª dose, contados a partir do dia seguinte da aplicação da 1ª dose; e intervalo de 122 dias entre a 2ª e 3ª dose (contados a partir do dia seguinte do recebimento da 2ª dose); com aplicações feitas no CETS e UBS’s.

AstraZeneca (disponível para adultos, a partir de 18 anos)
- adultos (a partir dos 18 anos): intervalo de 56 dias entre a 1ª e a 2ª dose, contados a partir do dia seguinte da aplicação da 1ª dose; e intervalo de 122 dias entre a 2ª e 3ª dose; contados a partir do dia seguinte do recebimento da 2ª dose. Aplicação no CETS e posto da Vigilância Epidemiológica;

Sinovac Butantan - Coronavac (disponível para adultos a partir dos 18 anos - adultos (a partir de 18 anos): intervalo de 21 dias entre a 1ª e a 2ª dose, contados a partir do dia seguinte da aplicação da 1ª dose; e intervalo de 122 dias entre a 2ª e 3ª dose. Aplicação no CETS e posto da Vigilância Epidemiológica).

Lista de comorbidades do Ministério da Saúde

Insuficiência cardíaca

Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar

Cardiopatia hipertensiva

Síndromes coronarianas

Valvopatias

Miocardiopatias e pericardiopatias

Doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas

Arritmias cardíacas

Cardiopatias congênitas

Próteses e implantes cardíacos

Talassemia

Síndrome de Down

Diabetes mellitus

Pneumopatias crônicas graves

Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3

Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo

Doença cerebrovascular

Doença renal crônica

Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)

Anemia falciforme

Obesidade mórbida

Cirrose hepática

HIV