Saúde registra aumento de 19,10% nas consultas no mês de maio

Saúde registra aumento de 19,10% nas consultas no mês de maio

Conforme divulgado anteriormente, Valinhos tem registrado, em 2022, um aumento superior a 40% nos atendimentos da rede pública de Saúde comparado ao período anterior a Pandemia; ainda, mês a mês, esta procura tem aumentado, tanto em consultas básicas como especialidades, além de exames e entrega de medicamentos 22,63% de aumento nos atendimentos de exames laboratoriais; 19,10% em consultas nas Unidades Básicas de Saúde; 13,29% nas consultas de especialistas; e 9,06% em relação a entrega de medicamentos. Estes aumentos em maio, comparado ao mês de abril deste ano, só consolidam o aumento exponencial, mês a mês, que Valinhos tem observado na demanda de atendimentos na área da Saúde. Em 2022, os atendimentos na rede pública de saúde de Valinhos aumentaram cerca de 40% comparado a 2019, devido a pandemia. De janeiro a maio, a Prefeitura, por meio da Secretaria da Saúde, já realizou 78.748 atendimentos variados, como consultas nas unidades básicas e centros de especialidades. Além disso, na área farmacêutica, já foram atendidas 88.132 receitas médicas.

“Observamos um aumento na procura por atendimentos na área da saúde neste ano, principalmente farmacêuticos, que seguimos trabalhando para suprir, mesmo com a falta nacional de insumos vindos do exterior, o que acaba atrasando a entrega dos medicamentos por parte dos fornecedores. Mesmo assim, mantemos cerca de 80% de medicamentos da cesta municipal em estoque”, afirmou a prefeita Capitã Lucimara.

Nos cinco primeiros meses deste ano, a Prefeitura atendeu 88.132 receitas médicas nas farmácias municipais. Nas UBS’s (Unidade Básica de Saúde), foram realizados 63.828 atendimentos no geral, entre consultas, coleta de exames e enfermagem.

Já nas três unidades do CEV (Centro de Especialidades de Valinhos), este número chega a 14.920. Entre as especialidades mais procuradas pelos munícipes estão a Ortopedia, Oftalmologia, Cardiologia e Endocrinologia.

Em relação aos exames laboratoriais realizados no Laboratório Municipal de Análises Clínicas, de janeiro a maio foram feitos 193.931. Divididos por setor técnico, 117.114 foram exames de bioquímica sérica e urinária, 24.786 de hormônios, 11.744 de imunologia, 15.014 de hematologia, 6.103 de microbiologia, 4.016 de parasitologia, 9.080 de urinálise e 10.090 foram exames de demanda reprimida de vários setores.

“Temos estrutura e equipe médica para suprir esse aumento na demanda por atendimentos. São mais de 37 prédios da Saúde atendendo a população diariamente, no setor básico, especializado, de urgência e emergência. Além disso, adotamos mutirões de consultas para atender a demanda que acaba ficando reprimida, até mesmo de anos atrás”, comentou o secretário da Saúde, Dr. Luiz Gabriel Signorelli.