Pronto-socorro infantil e ginecológico já atende 24 horas

Pronto-socorro infantil e ginecológico já atende 24 horas

 Unidade ficou pronta em oito dias para garantir mais segurança à população no combate ao coronavírus
Unidade ficou pronta em oito dias para garantir mais segurança à população no combate ao coronavírus

A Unidade Especial de Atendimento Pediátrico, Ginecológico e Obstétrico de Valinhos iniciou nesta sexta-feira (27) os atendimentos dos casos de urgência em saúde de crianças, gestantes e ginecologia. O pronto-socorro infantil e ginecológico, que fica na Vila Santana, ficou pronto em oito dias para oferecer mais segurança a essa população e desafogar a demanda na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), que é a referência em Valinhos para o atendimento de coronavírus.

Logo na abertura, no primeiro dia, uma gestante de 39 semanas, em trabalho de parto, buscou atendimento no local, por volta das 6h. Depois de ser avaliada pelo médico ginecologista, ela foi encaminhada de ambulância para a Santa Casa. O bebê não havia nascido até o fim da tarde desta sexta (27).

Segundo a coordenadora de enfermagem da UPA e responsável pela organização do pronto-socorro infantil e ginecológico, Luciana Pignatta Brito, o atendimento foi contínuo desde a abertura.

“Somente nas primeiras horas da manhã fizemos cinco atendimentos a gestantes e cinco na pediatria. A maioria dos pacientes e familiares elogiou o local, justamente pelo atendimento diferenciado para este perfil específico de moradores, e destacou a acolhida mais humanizada e segura neste momento de pandemia”, disse Luciana.

O casal Sidnei e Kelly Hilário levou o filho Caio Henrique, de 3 anos, para ser atendido na Unidade Especial logo na manhã desta sexta-feira. “Na quarta-feira passamos com o Caio pela UPA, mas como a febre e a tosse continuaram, viemos direto para cá. É muito bom saber que temos um lugar para trazer nosso filho para que ele corra o menor risco possível neste momento do coronavírus”, comentou a diarista Kelly, 34 anos.

A auxiliar de produção, Simone Costa Batista, 33 anos, que está na 37ª semana de gestão do terceiro filho, contou que é diabética. Ela procurou a nova unidade para fazer o exame de cardiotocografia, que mede por 20 minutos o batimento cardíaco do feto.

“É maravilhoso ter um espaço como esse em nossa cidade, ainda mais agora que estamos correndo riscos em função do coronavírus. Aqui eu me senti segura e muito bem acolhida”, destacou Simone, que espera o pequeno Erick para a próxima semana.

Pronto em oito dias

A nova unidade especial de atendimento, que ficou pronta em apenas oito dias, foi criada por determinação do prefeito Orestes Previtale Júnior e será uma importante ferramenta neste momento de pandemia para garantir mais segurança no atendimento de crianças até 14 anos incompletos, mulheres grávidas e casos ginecológicos de emergência.

Segundo a Secretaria da Saúde, a Unidade Especial de Atendimento Pediátrico, Ginecológico e Obstétrico conta com três consultórios, um para ginecologia e obstetrícia e dois para pediatria. O local tem uma sala de emergência, uma sala de medicação e duas de observação, uma para crianças e outra para gestantes e pacientes de emergência ginecológicas.

A equipe de profissionais é composta por dois pediatras, um médico ginecologista, um enfermeiro e três técnicos de enfermagem. Todos os profissionais têm uma escala de trabalho de 12 por 36 horas. No local também é realizada coleta de sangue para exames e uma ambulância fica de plantão para o transporte de pacientes que necessitarem ir para UPA para a realização de radiografias.

A nova unidade de saúde funciona 24 horas no prédio do CEMAP (Centro Municipal de Atendimento Psicopedagógico e Fonoaudiológico), que foi totalmente reformado, e fica na Avenida Brasil, 53, no bairro Vila Santana.