Nova Secretária assume pasta da Saúde

Nova Secretária assume pasta da Saúde

Carina Missaglia assume Secretaria de Saúde: enfermeira sanitarista trabalha há 30 anos na Prefeitura e atuava como Chefe de Gabinete
Carina Missaglia assume Secretaria de Saúde: enfermeira sanitarista trabalha há 30 anos na Prefeitura e atuava como Chefe de Gabinete

A profissional de saúde Carina Missaglia, que há 30 anos trabalha com saúde pública na Prefeitura de Valinhos, assumiu nesta segunda-feira (15) a função de secretária de Saúde de Valinhos, substituindo o médico Nilton Sergio Tordin, que deixou o cargo para tratamento médico. Carina estava atuando como chefe de gabinete da Secretaria de Saúde. Antes disso, foi diretora do Departamento de Vigilância em Saúde.

Carina se formou enfermeira na Puc-Campinas e especializou-se como enfermeira sanitarista na Unicamp, onde trabalhou no departamento de toxicologia. Viajou todas as regiões do Brasil promovendo treinamento para profissionais do setor de Vigilância em Saúde, com atençâo à toxicologia.

A profissional começou a trabalhar na Prefeitura de Valinhos em 1989. Atuou como enfermeira, foi diretora do Departamento de Vigilância em Saúde em diferentes ocasiões. Passou a executar a função de chefe de gabinete no início deste ano e agora assume o cargo de secretária de Saúde.

"Saúde é propridade na administração do prefeito Orestes Previtale Júnior. Os desafios da Saúde são grandes, reflexo da mais grave crise econômica do País, mas a Prefeitura está trabalhando com empenho, obras e ações para enfrentar esse aumento de demanda, que acontece em todas as cidades", disse.

Em Valinhos, o número de pessoas atendidas pela rede municipal de saúde é hoje 50% maior que há dois anos. A crise afeta também o atendimento de média e alta complexidade, que é de responsabilidade dos governos estadual e federal. Ao município cabe o atendimento básico de saúde.

Muitas ações e obras têm acontecido na cidade para qualificar o atendimento na saúde básica, como a construção e reforma de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), criação da Farmácia Central, construção do Laboratório Municipal, reforma da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), construção do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD), informatização de toda a rede, além de muitas outras ações.

Também foi feito concurso para contratar mais médicos e a antiga farmácia de alto custo está sendo reformada para receber consultórios de especialidades. As medidas buscam equacionar o grande aumento de demanda. "Muito já foi feito, está sendo feito e vamos continuar trabalhando para fazer mais. O investimento em Saúde nunca para e é preciso trabalhar sempre", disse Carina.