Dr. Ruy Meirelles alerta para os riscos da hipertensão

Dr. Ruy Meirelles alerta para os riscos da hipertensão

De acordo com a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, a hipertensão atinge mais de 36 milhões de brasileiros e é responsável direta ou indiretamente pela morte de cerca de 200 mil pessoas por ano. Nesse período de pandemia, os hipertensos também precisam estar atentos aos cuidados habituais para manterem o controle da pressão através da alimentação, exercício físico e medicamentos.

Os fatores de risco para a hipertensão arterial são o excesso de sal - presente na maioria das comidas processadas e industrializadas, idade, sobrepeso e obesidade, ingestão de álcool, sedentarismo e genética. É considerada um dos principais fatores de risco para as doenças do coração.

Para o Dr. Ruy Meirelles, a hipertensão é o esforço que o coração faz para enviar o sangue a todos os tecidos do corpo. “Em geral a hipertensão ou pressão alta não dá sintomas a não ser nas crises agudas com dor de cabeça, tontura, náuseas e vômitos”, explica.

No geral, os médicos recomendam emagrecer, praticar atividade física, reduzir o sal, largar o cigarro e reduzir o consumo de álcool. “Medicamentos anti hipertensivo que são de vários tipos e controle rigoroso do peso, diabetes, colesterol, triglicérides”, complementa.

Insistir em ignorar os cuidados necessários pode levar as pessoas a desenvolver sequelas mais graves. “As consequências são múltiplas, AVC, infarte agudo do miocardio (IAM), problema renal, ocular, isquemia da circulação dos membros inferiores, entre outros”, conclui.

+ Fotos: