Covid-19: Centro de Apoio amplia em 70% atendimento a pacientes

Covid-19: Centro de Apoio amplia em 70% atendimento a pacientes

Foram realizados 47 atendimentos e 24 testes rápidos na unidade, dos quais quatro tiveram resultado positivo
Foram realizados 47 atendimentos e 24 testes rápidos na unidade, dos quais quatro tiveram resultado positivo

O atendimento de pacientes com suspeita de coronavírus e síndromes gripais aumentou 70% em Valinhos com o início do funcionamento do Centro de Apoio e Triagem para a Covid-19, nesta quarta-feira, dia 1º. No primeiro dia de operação, o novo Centro atendeu 47 moradores com sintomas da doença, realizou 24 testes rápidos de covid-19, dos quais quatro deram resultado positivo, e dois exames PCR, que leva entre 8 e 15 dias para ter o resultado divulgado. Não houve registro de nenhum caso grave no primeiro dia de atendimento.

Ainda na quarta-feira, dia 1º, foram atendidos outros 66 pacientes com sintomas de coronavírus e síndromes gripais na tenda montada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), criada para esses pacientes e que continua realizando o atendimento.

A Secretaria de Saúde informou que o Centro de Apoio recebeu 107 pessoas no primeiro dia de operação, que passaram pela triagem. Desse total, 60 relataram sintomas que não tinham nenhuma relação com covid-19 e foram orientados a procurar a UPA.

Segundo a Secretaria, o movimento no Centro de Apoio foi expressivo no primeiro dia de funcionamento, mas nenhum caso grave foi registrado, nenhum paciente precisou ser encaminhado para atendimento mais complexo na UPA ou na Santa Casa. Todos foram orientados a permanecer em isolamento e procurar a UPA caso os sintomas se intensifiquem.

Tenda da UPA

No mês de junho, na Tenda da UPA foram atendidos em média 55 pacientes com suspeita de coronavírus por dia. O pico da demanda no local foi no dia 29 de junho, quando 98 moradores procuraram atendimento. No dia 30 foram atendidos 88 pacientes e na quarta-feira, 66.

A média de atendimento aumentou 52% na segunda quinzena de junho em relação à primeira quinzena na tenda da UPA. Na primeira quinzena de junho foram atendidos em média 44 pacientes por dia no local, na segunda quinzena foram 67 pacientes.

A alta da procura de pacientes com sintomas de coronavírus e síndromes gripais coincide com as semanas após a abertura do comércio de Valinhos, que reabriu na primeira quinzena de junho, mas teve de interromper novamente as atividades no dia 16, por causa da curva crescente de contaminação.

Quádruplo de confirmados

Os números de junho deixam claro a tendência de aceleração da curva de casos positivos. Desde 31 de maio até esta quinta-feira (2) mais que quadruplicou o número de casos confirmados de covid-19 em Valinhos. Eram 174 casos positivos no fim de maio, número que saltou para 758 ontem.

No dia 15 de junho havia 321 casos positivos de coronavírus em Valinhos, quase o dobro do número registrado em 31 de maio. No fim do mês de junho, já eram 692 registros positivos, o triplo em relação ao mês de maio e o dobro na comparação com a primeira quinzena de junho.

Centro de Apoio

A estrutura exclusiva para atendimento de pacientes com suspeita de covid-19 está funcionando no Centro de Especialidades Valinhos 1 (CEV 1). A medida é mais uma ação da Prefeitura para ampliar a rede de atenção aos casos de coronavírus no momento em que os números da doença aumentam de forma preocupante.

O Centro de Apoio e Triagem atende pacientes com suspeita de covid-19 ou sintomas gripais juntamente com a tenda montada junto à UPA, ampliando a capacidade de atendimento na cidade de casos mais leves da doença.

A nova unidade tem dois médicos, um enfermeiro e três técnicos de enfermagem e funciona entre segunda e sexta-feira, das 7h às 19h.

Os pacientes são cadastrados e passam por avaliação médica e exames. Os casos mais simples serão orientados a voltar para casa e ficar em isolamento social. Os mais complexos serão encaminhados para atendimento na UPA e, se for necessário, seguem para internação na Santa Casa.

Uma ambulância fica de prontidão para o caso de transporte urgente de pacientes que necessitem de cuidados adicionais. Além das consultas, a Secretaria da Saúde centralizou no Centro de Apoio e Triagem a realização dos testes para a covid-19, que até ontem eram feitos na UBS Paraíso.