Vereadores de Valinhos pedem CPI para investigar a perda de testes de Covid-19

Vereadores de Valinhos pedem CPI para investigar a perda de testes de Covid-19

Agência Brasil

Os vereadores Rodrigo Toloi (DEM), Dr. André Melchert (DEM), César Rocha (DC), Marcelo Yoshida (PT), Henrique Conti (PTB), Simone Bellini (Republicanos) e Edinho Garcia (PTB) solicitaram na sessão virtual desta terça-feira, dia 8, a abertura de CPI para investigar possíveis irregularidades em ações do Poder Executivo de Valinhos, que deixou vencer 680 testes rápidos para detecção do coronavírus.

A informação do vencimento dos testes foi obtida em requerimentos encaminhados à prefeitura. “Das informações extraídas dos requerimentos, constata-se a possível irregularidade dos gestores da saúde municipal na administração da utilização dos testes rápidos de Covid-19, vindo a causar a perda de grande quantidade dos testes, o que consequentemente implica perda de recursos públicos, conduta passível de punições administrativas e legais. Nessa linha, a Exma. Prefeita pode estar concorrendo com a violação dos princípios da Eficiência e demais princípios da Administração Pública”, afirmam os vereadores.

A CPI terá prazo de 45 dias para a conclusão dos trabalhos, podendo o prazo ser prorrogado, se for necessário.

Na sessão desta terça-feira, o presidente da Câmara, vereador Franklin (PSDB), solicitou aos líderes partidários que indiquem os membros que vão compor a CPI. Após a indicação, o grupo deve se reunir para escolha do presidente e do relator.

Essa é a segunda CPI que estará em andamento na Câmara. Os parlamentares já se debruçam em outra investigação para apurar possíveis irregularidades na operação do transporte público do município durante a pandemia.