Uso do aplicativo Uber em Valinhos é discutido pelos vereadores

Uso do aplicativo Uber em Valinhos é discutido pelos vereadores

Da Redação

O uso do aplicativo Uber, que presta serviço de transporte particular de passageiros, foi tema de discussão na sessão desta terça-feira (28). O debate foi iniciado pela vereadora Dalva Berto (PMDB), que apresentou requerimento pedindo informações da Prefeitura sobre a fiscalização dos motoristas e a necessidade de regulamentação do serviço. Um grupo de taxistas acompanhou a discussão no plenário.

Na tribuna, Dalva afirmou que recebeu informações de que hoje estariam circulando por Valinhos cerca de 500 motoristas do Uber e que a maioria vem de outras cidades. A preocupação da vereadora é com relação à segurança, já que, segundo ela, há casos em que os próprios motoristas burlam o aplicativo para fazer corridas “por fora”. Para aumentar a segurança dos passageiros, Dalva pediu mais fiscalização e a regulamentação do aplicativo na cidade. “Que seja regulamentado com pagamento de impostos, placa vermelha e identificação (...) Não somos contra quem quer trabalhar, mas somos contra a irregularidade”, disse.

O vereador Edson Secafim (PP) explicou que os taxistas não são contra o Uber, mas querem direitos iguais. “É muito fácil eu adquirir um carro, entrar no aplicativo e começar a rodar”, afirmou.

O vereador Rodrigo Toloi (DEM) tentou tranquilizar os taxistas da cidade, dizendo que o secretário de Transportes e Trânsito, Mauro Haddad, garantiu que a fiscalização já está sendo intensiva no município, com a participação da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal. “Podem ter certeza de que em pouco tempo teremos resultados para que os taxistas possam voltar a trabalhar mais tranquilamente”, discursou.