Grupo de Trabalho debate política pública para mulheres

Grupo de Trabalho debate política pública para mulheres

A primeira reunião oficial do Grupo de Trabalho da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulheres de Valinhos foi realizada nesta segunda-feira (18), na Sala Ivan Fleury, na Prefeitura. A vice-prefeita, Laís Helena Antônio dos Santos Aloíse, foi nomeada coordenadora-geral em janeiro. O primeiro passo do Grupo de Trabalho é traçar um diagnóstico da situação da mulher em Valinhos, com o apoio de representantes de diferentes secretarias, para articular e viabilizar política públicas.

A Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulheres foi criada em 2004, instituída cinco anos depois e desativada no governo anterior. O Grupo de Trabalho foi criado este ano para retomar as ações da Coordenadoria, que voltou a ser instituída em Valinhos. Na primeira reunião, a vice-prefeita deu boas vindas às representantes das secretarias que compõem o Grupo de Trabalho, destacou o históricoe o papel da Coordenadoria no munícipio.

O Grupo de Trabalho inclui representantes do Gabinete do Prefeito, do Gabinete da Vice-Prefeita, do Fundo Social de Solidariedade, das secretarias de Assistência Social, Cultura, Esportes e Lazer, Saúde, Educação, Assuntos Jurídicos e Institucionais, Fazenda, Desenvolvimento Econômico e Segurança Pública e Cidadania.

A vice-prefeita destacou que cada uma das secretarias envolvidas terá um eixo de trabalho, com formulação de relatórios destinados à articuladora de eixos do Grupo. Ela informou ainda que as reuniões devem ser realizadas mensalmente e que a segunda está prevista para 3 de maio, às 14h, na Sala Ivan Fleury, na Prefeitura.

Segundo Laís Helena, a Coordenadoria deve funcionar no antigo Clube de Mães do Parque das Figueiras. O local irá receber serviços de limpeza, manutenção e pintura. “A mobília já existe, pois foi comprada com dinheiro do convênio firmado há alguns anos”, acrescentou a vice-prefeita e coordenadora. “Estamos estudando também a implantação neste mesmo espaço do Centro de Referência de Atendimento à Mulher Vitima de Violência para o desenvolvimento de um trabalho mais efetivo na área”, ressaltou.

A Secretaria da Assistência Social, Dulce Maria de Paula Souza, participou da reunião e explicou que  a Coordenadoria é vinculada à sua pasta e que havia cobrança para execução de uma política para mulheres envolvendo outras áreas e com ações transversais. “A vinda da nossa vice-prefeita Laís como coordenadora é de fundamental importância. Afinal, ela vai ter acesso a todas as secretarias e numa linha diferenciada, com capacidade de articulação, que já lhe é peculiar, facilitando as ações do Grupo de Trabalho”, comentou. Ela acrescentou que a Coordenadoria não é um órgão executor e sim articulador de políticas públicas para o setor.