Audiência pública sobre construção com contêineres será sexta-feira

Audiência pública sobre construção com contêineres será sexta-feira

Sexta-feira, dia 30, a Câmara promove audiência pública virtual para discutir o projeto de lei 132/2020, que permite utilizar contêineres na edificação de residências e também para fins comerciais em Valinhos. O evento, aberto a todos, começa às 9h e será transmitido pelo Youtube e Facebook da Câmara, bem como no Canal 9 da Vivo.

O objetivo é apresentar e promover junto à comunidade um debate em torno da proposta contida no PL 132/2020. A intenção do presidente da Câmara, após a realização da audiência é pautar a votação do projeto logo no início dos trabalhos do Legislativo no segundo semestre.

O projeto é de autoria dos vereadores e autoria dos vereadores Franklin (PSDB), Mayr (Podemos), Alécio Cau (PDT), César Rocha (DC) e do ex-vereador Israel Scupernaro (PSDB). A audiência foi solicitada pela Comissão de Obras e Serviços Públicos da Câmara Municipal, presidida pelo vereador Roberson Augusto Costalonga Salame (MDB), com o apoio do presidente da Câmara, vereador Franklin.

Segundo os autores do projeto, a construção com contêineres reduz pela metade o tempo e o custo das obras em relação às construções tradicionais. Também contribui muito mais com meio ambiente, por serem usados materiais reciclados, que fazem parte do conceito do projeto: recuperar os componentes industriais da natureza e explorar soluções construtivas inovadoras.

Na mensagem que acompanha Projeto de Lei, é citado o exemplo do Balneário Camboriú em Santa Catarina, que aprovou lei autorizando a edificação com contêineres para residências e comércios, em maio de 2016 e, a cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná onde foi construído o maior ‘hostel’ em contêineres marítimos do mundo, o Tetris Container Hostel, inspirado no jogo criado em 1984 na Rússia. Ele possui telhado verde, sistema de tratamento de esgoto, isolamento termoacústico, reúso da água da chuva, iluminação com LED, aquecimento solar e móvel reciclado.