Guardas Civis Municipais de Valinhos realizam primeiro socorros e salvam vida de jovem

Guardas Civis Municipais de Valinhos realizam primeiro socorros e salvam vida de jovem

No começo da noite desta terça-feira, 25, nas proximidades do Centro de Lazer do Trabalhador 'Ayrton Senna da Silva', no Jardim Pinheiros, um jovem de aproximadamente 28 anos foi covardemente agredido por um índividuo que lhe aplicou uma rasteira e o mesmo veio a cair e abriu um corte profundo no supercílio. 

O jovem foi socorrido por componentes da Guarda Civil Municipal - GCM - de Valinhos que fazia o patrulhamento no local, assista video do momento do socorro  De acordo com o comandante da GCM Sidnei Aureliano, o jovem teve um corte contuso gravíssimo na região temporal que acabou por provocar um sangramento muito intenso sendo necessário os procedimentos de primeiros socorros rapidamente enquanto a ambulância era acionada.

De acordo com ele, todos os GCMs de Valinhos são treinados para qualquer tipo de ocorrências, seja em casos clínicos ou automobilísticos que envolvam vítimas. "Nesse caso, por se tratar de um grande que saia da cabeça da vítima, os procedimentos de estancamento ou de hemostasia foi de grande importância para que o quadro da vítima não se agravasse", explicou.

A âmbulância chegou rapidamente ao local e a vitima foi conduzida até a Santa Casa onde os médicos solicitaram a presença dos pais da vítima, mesmo sendo maior de idade, para que eles tomassem conhecimento da gravidade da lesão e, em seguida realizaram uma tomografia para melhor avaliação clínica.

AGCM apresentou o caso junto à Delegacia de Polícia e o autor do ataque, que havia conseguido se evadir do local com apoio de um grupo de jovens, já foi identificado e indiciado. Em breve será intimado para prestar esclarecimentos sobre a motivação do ataque violento.

O Comandante Aureliano informa que em vítimas de traumas, como no caso deste jovem, não é permitido conduzir a vítima em veículos particulares em função da situação, especialmente porque o problema foi na região da cabeça. Além disso, deve se evitar qualquer movimento brusco junto às vítimas, pois elas correm sérios riscos de ficarem paraplégicas ou tetraplégicas. "A  viatura de comando da GCM toda vez em serviço dispõe de equipamentos de primeiro socorros como colar cervicais, talas, soro fisiológico,  entre outros materiais que podem salvar vidas", completou.

 

+ Fotos: