Filhotes do Canil da Guarda iniciam treinamento policial

Filhotes do Canil da Guarda iniciam treinamento policial

Akira, Katrina, Randu e Sharir são os mais novos mascotes do Canil da Guarda Civil Municipal de Valinhos. Aos seis meses de idade, os quatro filhotes, herdeiros de dois cães premiados do Canil, Pandora e Hunter, já estão sendo preparados para seguir os passos dos pais famosos. O Canil de Valinhos, que completa 16 anos em 2020, é referência na Região Metropolitana de Campinas (RMC).

As duas fêmeas e dois machos iniciaram o treinamento intensivo de preparação para atuar como cães de segurança da Guarda, em ações preventivas e ocorrências atendidas pela corporação.

Os filhotes nasceram do cruzamento de dois cães exemplares do Canil da Guarda, a pastora holandesa Pandora, especialista em proteção e segurança, e o pastor belga malinois Hunter, cão farejador destaque do Canil. O cruzamento buscou mesclar as habilidades dos pais na genética dos filhotes.

As fêmeas Akira e Katrina, e os machos Randu e Sharir são treinados desde os 45 dias de vida, com brincadeiras e atividades mais lúdicas. Agora entram numa nova fase do treinamento, mais intenso e diário, para em breve exercer as funções dos pais, conforme o desempenho na especialidade de cada um.

“É uma aposta magnífica para a GCM, poder contar com esses quatro novos cães para nos ajudar diariamente, em diversas situações em que somos acionados”, destacou o secretário de Segurança Pública e Cidadania, coronel Carlos Roberto Prestes.

Treinamento

Os quatro filhotes passarão pela primeira fase de treinamento, realizada em 6 meses de laboratório prático, no próprio canil da GCM, onde os animais aprendem princípios de obediência e disciplina. Também exercitam habilidades de segurança, proteção e aprimoramento de faro, para auxiliar na localização de entorpecentes e trabalhos de buscas ou desaparecimento de pessoas.

Uma nova fase do treinamento acontecerá quando os cães completarem 1 ano e 2 meses e já estiverem preparados para iniciar as primeiras atuações nas ruas, em ocorrências leves, para sua socialização em público e desempenho das atividades aprimoradas em laboratório prático.

Os treinamentos são realizados diariamente, na parte da manhã, pelo coordenador do Canil, João Carlos de Paula Screpante, o auxiliar de treinamento Carlos Roberto Quemel e o instrutor de cães de segurança e adestrador Ivalmir Camilo, para que os cães mantenham o condicionamento físico e melhorem seu desempenho.

Carinho

“Os cães farejadores auxiliam muito a corporação no trabalho de localizar as drogas nos mais variados locais e de difícil acesso. Recebemos diariamente denúncias de tráfico de drogas pelo 156 da Prefeitura e 153 da GCM e, juntamente com a equipe do Canil, nos deslocamos até os locais, onde os cães fazem a localização dos odores e os meliantes acabam presos em flagrante”, destacou o coordenador.

“O trato com os animais aqui é feito com muito carinho. Apesar do treinamento ser ostensivo, em momento algum maltratamos os animais. São tratados docilmente e eles retribuem o carinho com a gente”, disse Quemel.

Canil

O Canil da GCM conta com 8 cães, inclusive os filhotes Akira, Katrina, Randu e Sharir, de 6 meses, e seus pais, a pastora holandesa Pandora, de 3 anos, e o pastor belga malinois Hunter, de 8 anos. O time tem ainda a labradora Puca, especializada em apresentações públicas, o Show Dog, de 8 anos, e o rottweiler Euro, de 9 anos, já aposentado, mas que continua no abrigo e faz a segurança da base da Guarda.