Estado de Emergência Hídrica é prorrogado por mais 30 dias

Estado de Emergência Hídrica é prorrogado por mais 30 dias

A Prefeitura e o Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos – DAEV – prorrogaram por mais 30 dias o Estado de Emergência Hídrica no município que vigorava desde o dia 12 de setembro, O decreto foi publicado no Boletim Municipal no último 8 de outubro e o novo período passou a valer a partir da última terça-feira, dia 13.

O estado de Emergência Hídrica se deve ao período de estiagem que a região está vivendo, que reduziu muito a quantidade de água bruta nas represas da cidade, bem como as altas temperaturas do período e a quarentena para combater o coronavirus e que mantém as pessoas em casa, elevando assim o consumo de água.

O decreto também destaca os prejuízos que o sistema de abastecimento de água potável teve com as interrupções no fornecimento de energia elétrica pela CPFL nas semanas, os chamados ‘piscas’.

O DAEV informa que esta semana o Sistema de Abastecimento está normalizado e dentro dos níveis adequados para atender a população. O que continua preocupando os técnicos é a falta de chuva – em quantidade – uma vez que os níveis das represas estão críticos - João Antunes dos Santos (0%), Moinho Velho (10%), Santana dos Cuiabanos (65%) e Barragem das Figueiras (40%) continuam baixando em função de não haver recarga dos mananciais que as abastecem.

Já a captação de água do Rio Atibaia, que representa 53% do abastecimento da cidade está em 100% da outorga – 250 litros/segundo e, o sistema de poços profundos está operando em 70% da outorga permitida.

Por outro lado o DAEV explica que não estuda a possibilidade de racionamento e que o Estado de Emergência Hídrica visa dar condições legais para a autarquia enfrentar os desafios deste momento crítico que toda região está vivendo em função da falta de chuvas que possam promover a recarga dos mananciais.

Além disso, o DAEV reforça a importância da conscientização de toda população para economizar água e fazer o uso consciente neste momento de altas temperaturas e estiagem e pandemia. É necessária a colaboração de todos, pois a situação atinge todas as cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC);

O DAEV continua preocupado com a segurança hídrica da população e está monitorando a situação 24 horas por dia, sete dias por semana e, qualquer situação de desabastecimento é apoiada por caminhões-pipa.  Mesmo assim, o DAEV reitera e reforça o pedido para que se economize água e que seu uso consciente e racional seja estabelecido em cada família valinhense, sobretudo evitando tomar banhos demorados, lavagem de carros e calçadas, dentre outros.

O DAEV coloca à disposição da população um canal direto e uma equipe preparada e qualificada para atender os usuários e encaminhar as solicitações através do telefone 08000. 133839.

PREVISÃO
Na quinta-feira, dia 15, a Região Metropolitana de Campinas - RMC amanheceu com bastante nebulosidade. A previsão para hoje inclui o aumento de nebulosidade a partir da tarde, que deve culminar em pancadas de chuva isoladas. A temperatura máxima prevista é de 34ºC. A previsão para a quinta-feira é de céu parcialmente nublado com pancadas de chuva a partir da tarde, e temperaturas entre 21 e 33ºC. A tendência para a sexta-feira, dia 16, é de céu parcialmente nublado a nublado com chuvas ocasionais e temperatura amena, entre 17 e 23ºC.

O que você pode fazer para colaborar:  
• Não lave calçadas e nem quintais.
• Não lave seu carro
• Mantenha a torneira fechada enquanto escova os dentes ou faz a barba. A economia pode chegar a 80 litros.  
• Tome banhos rápidos de até cinco minutos.  
• Não utilize a descarga sem necessidade. São consumidos 20 litros de água por acionamento.  
• Só ligue a máquina de lavar louça ou roupa quando for usar toda a capacidade dela.  
• Feche a torneira enquanto esfrega a roupa no tanque.  
• Preste atenção no hidrômetro: quando girar sem consumo de água é indício de vazamento.  
• Reutilize a água sempre que possível.