Valinhos registra saldo positivo de novos empregos ocupados por mulheres

Valinhos registra saldo positivo de novos empregos ocupados por mulheres

A cidade de Valinhos registra, até julho de 2021, um saldo positivo de 859 novos empregos ocupados pelas mulheres, cenário muito diferente do que foi observado em 2020, quando a cidade teve um dos piores índices de geração de novos empregos com carteira assinada para as mulheres, que resultaram num saldo negativo de perda de 3055 postos de trabalho ocupados por mulheres, impressionantes 91,11% do total do saldo negativo de empregos formais em 2020, que foi de 3.353 postos de trabalho encerrados. As informações constam do Novo Caged, estatísticas do emprego formal por meio de informações captadas dos sistemas eSocial, Caged e Empregador Web do Ministério do Trabalho.

“São resultados iniciais do trabalho que temos implantado no programa Desenvolve Valinhos, item importante do nosso plano de governo, para estabelecer parâmetros que incentivem a transparência e o diálogo com os setores econômicos da nossa cidade, assim como reuniões para buscar novas empresas para Valinhos ao mesmo tempo que proporcione mais empregos e renda para os valinhenses. Temos trabalhado, como sempre falo, com olhar para frente e não pelo retrovisor. Os erros ou desafios não vencidos no passado servem como exemplo, dentro de um planejamento estratégico efetivo, para alcançar hoje e no futuro resultados efetivos. É triste, sim, como mulher, presenciar este número tão expressivo e negativo de 2020, mas é, também, prazeroso ver os resultados que já aparecem em 2021. É o caminho, o início, do trabalho com muita responsabilidade e compromisso com Valinhos”, afirmou a prefeita Lucimara.

O ano de 2020, em Valinhos, atingiu de forma contundente o emprego ocupado pelas mulheres, conforme os números divulgados pelo Novo Caged. O setor do comércio de lojas e mercados e serviços administrativos foram os mais afetados. Já neste ano, dados até julho, embora a cidade tenha enfrentado os maiores desafios da Pandemia, com a forte onda nos meses de março e abril, além de um novo crescimento em junho, e na contrapartida o avanço da vacinação, com um dos melhores índices da região, do Estado e do Brasil, a geração de empregos para as mulheres, sobretudo, teve um salto impressionante, saindo dos 3.055 postos perdidos em 2020 para um saldo positivo de 859, até julho. O destaque fica para a geração de empregos à faixa etária de 18 a 24 anos, sobretudo no setor de produção de bens e serviços industriais, assim como o início da recuperação dos setores do comércio e de serviços administrativos.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Zacharias Martins, reforça que, em 2021, até julho, o resultado positivo de 1632 novos empregos gerados confirma o novo modelo de gestão implantado pela prefeita Lucimara. “Um ponto importante a destacar é a retomada da credibilidade junto aos investidores e empreendedores que escolhem nossa cidade para trazer seu negócio. Desde janeiro, trouxemos 18 importantes empresas para Valinhos, entre elas, Eagle Burgmann – Grupo Freudenberg, Grupo Destaque – Concessionária  Toyota, Léo Madeiras, Arthimed Produtos Médicos, Supermercados Dalbem, Supermercados Pague Menos, Cobasi, Emplas Embalagens Plásticas e Quiminutri Especialidades Quimicas, e temos dado sequência a novas negociações com outras 12 grandes empresas que, sem dúvida, irão resultar em números mais expressivos e, o mais importante, em emprego, renda e qualidade de vida para a população valinhense ", afirmou o secretário.