Valinhos receberá consultoria pioneira do Sebrae-SP

Valinhos receberá consultoria pioneira do Sebrae-SP

A Prefeitura de Valinhos recebeu a visita de representantes do Sebrae-SP na quinta-feira, dua 14. A cidade será contemplada com uma consultoria pioneira e gratuita, desenvolvida pelo próprio órgão, denominada Revisão de Código de Obras e Edificações.

A ferramenta tem o objetivo de melhorar o ambiente de negócios, reduzindo a burocracia através da revisão da legislação atual, da melhoria de processos e transformação digital, garantindo transparência e segurança jurídica para os investidores.

A entrega da documentação foi feita à prefeita, Capitã Lucimara Godoy, durante o encontro com os representantes do Setor Imobiliário da cidade, ocorrido na sala Ivan Fleury, pela gerente de Políticas Públicas e Institucionais do Sebrae-SP, Beatriz Gusmão. “Estamos muito felizes por Valinhos ter sido a escolhida para ser a pioneira nesta consultoria. Estamos sempre de braços abertos para iniciativas que contribuam para o crescimento da cidade”, agradeceu a prefeita.

“São as melhores práticas do mercado, o que dá transparência, agilidade e segurança jurídica para quem é do setor, explicou a gerente. Segundo ela, a prefeitura terá apenas que disponibilizar servidores públicos para a capacitação. A única cidade que oferece serviço semelhante é São Paulo, patrocinado pelo Banco Mundial. Na prática, a revisão do código significa otimizar os processos, com alterações de leis específicas. “Valinhos será conhecida como a cidade amigável para investimentos”, afirmou.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Fábio Zacharias Martins, comemorou a abertura dada pelo Sebrae à cidade. “É uma notícia inesperada e só temos que comemorar a parceria com o Sebrae. Vamos colocar o mais rápido possível em execução o projeto, que vai atualizar os procedimentos e nos ajudar muito”, completou, lembrando da necessidade de revisão do Plano Diretor.

A cidade tem desde 2016 um posto do Sebrae, que desde maio de 2020 funciona na Casa do Empreendedor. Em 2020, foram 2.816 atendimentos a pessoas físicas e jurídicas e 47 capacitações realizadas em diversos setores da economia local.