Valinhos anuncia medidas de flexibilização e encerra Toque de Recolher

Valinhos anuncia medidas de flexibilização e encerra Toque de Recolher

Valinhos anunciou que irá seguir o Plano São Paulo e, assim, adotar outras medidas mais flexíveis sem descuidar dos protocolos sanitários e do avanço do processo de vacinação. Uma das medidas é encerrar o Toque de Recolher. 

Além disso, o limite de horário de funcionamento de comércios, serviços em geral e espaços religiosos passa de 23h para 0h. A capacidade máxima de ocupação permitida nos estabelecimentos, atualmente em 60%, será de 80%. O uso obrigatório de máscara em ambientes de acesso público, distanciamento mínimo de um metro e respeito a protocolos de higiene permanecem obrigatórios.

Segundo o Plano São Paulo, a partir de 1º de agosto, o acesso de clientes a shoppings, galerias, lojas de rua, bares e restaurantes deverá ser interrompido às 23h, com atendimento permitido até meia-noite. Todas as atividades econômicas devem obedecer aos protocolos setoriais de segurança sanitária previstos no Plano São Paulo (saopaulo.sp.gov.br/planosp/).

Segundo informado pelo Estado, eventos que geram aglomerações – casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público, etc – continuam proibidos, com possibilidade de reabertura condicionada aos resultados de eventos modelo sob supervisão das autoridades de saúde e averiguação pelo Centro de Contingência do coronavírus.

Segue um resumo das alterações da Fase de Transição anunciadas pelo Estado, que valem em Valinhos, com validade de 1 de agosto a 16 de agosto:
    Shoppings e lojas de rua: atendimento das 6h às 0h, com público limitado a 80% da capacidade total. (acesso até às 23h e encerramento do atendimento às 0h)
    Cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas: com distanciamento, controle de acesso, limitado a 80% da capacidade total.
    Restaurantes e lanchonetes: das 6h às 0h, com 80% da capacidade total. (acesso até às 23h e encerramento do atendimento às 0h).
    Salões de beleza e cabeleireiros: das 6h às 0h, com 80% da capacidade total.
    Cinemas, teatros, museus, eventos e convenções: das 6h às 0h, com controle de acesso, público sentado, assentos marcados e 80% da capacidade total.
    Academias, clubes e centros esportivos: das 6h às 0h, incluindo atividades esportivas coletivas, com 80% da capacidade total.