Sessão Solene na Câmara marca lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Família

Sessão Solene na Câmara marca lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Família

 

Participantes enfatizaram a importância de políticas públicas para fortalecer os laços familiares

A Câmara recebeu na noite de segunda, dia 22, o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Família. A Frente vai se reunir mensalmente e se propõe a promover discussões e aprimorar leis e políticas públicas voltadas ao tema, unindo órgãos públicos e sociedade civil.

O evento contou com a presença do presidente da Câmara, vereador Franklin (PSDB), da prefeita de Valinhos, Lucimara Godoy (PSD), de Marcelo Couto Dias, diretor do Departamento de Formação, Desenvolvimento e Fortalecimento de Família do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, além de integrantes da frente. 

O bloco parlamentar é formado pelos vereadores André Amaral (PSD), coordenador, Alexandre Japa (PRTB), vice-coordenador, Fabio Damasceno (Republicanos), Thiago Samasso (PSD), Marcelo Yoshida (PT) e Simone Bellini (Republicanos).

Além dos vereadores, são membros colaboradores da frente o Fórum da Entidades Assistenciais de Valinhos, representada pela presidente Eliane Macari; a Ordem dos Ministros Evangélicos de Valinhos (Omev), representada pelo presidente Marcelo Amgarten e Tathiane Boldarini, atual secretária de Assistência Social de Valinhos.

 

Políticas públicas

Em seu discurso, o presidente Franklin destacou a importância da parceria entre o poder público e as entidades.

“Quando a gente fala em família, a gente se lembra do poder público e também da sociedade civil organizada”, afirmou. “Valinhos é uma cidade privilegiada, que tem no seio das suas entidades o compromisso de ajudar o próximo. Quero aqui dizer da nossa determinação de trabalhar em prol da família e trazer essas pautas para a Câmara Municipal”, completou.

A prefeita Lucimara celebrou a frente parlamentar e destacou que havia assinado mais cedo um acordo com o governo federal para implantar em Valinhos o programa Famílias Fortes:

“Hoje é um dia muito feliz para a família valinhense, porque nós conseguimos implementar e conseguiremos colocar em prática diversas ações que vão melhorar a vida da família valinhense”, disse.

Ex-capitã da Polícia Militar, a chefe do Executivo destacou que a falta de estrutura familiar causa problemas futuros na segurança pública.

“Fica muito evidente pra gente: crianças e jovens, quando se envolvem em crimes, a gente vai olhar a base familiar é inexistente. (...) A gente precisa de soluções como essas, onde a gente trata as causas para evitarmos esse tipo de consequência tão triste”.

Marcelo Couto Dias, do Governo Federal, destacou que o fortalecimento dos vínculos familiares é uma bandeira que une pessoas de diversos espectros políticos.

“De fato, existem divergências de concepções [sobre a família], divergências ideológicas, etc. Mas existem muito mais coisas que nos unem. E aqui é interessante uma proposta de uma frente parlamentar que tem um caráter suprapartidário. Talvez dentro dessa dinâmica deva existir diferenças de concepções, ideias, ideais sobre família. Mas existem pontos que nos unem (...). A sugestão que eu deixo é que a gente encontre esses pontos de convergência, pontos que podemos começar a construir”, afirmou.

União pela causa da família

No evento, parlamentares de diferentes partidos reafirmaram seu compromisso com o fortalecimento das famílias em Valinhos.

André Amaral delineou os principais objetivos da Frente Parlamentar:

“Nós queremos avaliar e aperfeiçoar as políticas públicas já existentes, na perspectiva da valorização e do desenvolvimento da família; conhecer as principais demandas das famílias de Valinhos e mapear as ações em desenvolvimento pela sociedade civil e pelo poder público de fortalecimento da família; elaborar políticas públicas familiares, ou seja, que promovam o fortalecimento da estrutura e dos vínculos familiares, tornando-os mais capazes de agir com autonomia e responsabilidade dentro das próprias circunstâncias; aproximar o poder público municipal e a sociedade civil organizada, para apoiar e organizar ações conjuntas de apoio e ajuda às famílias. Queremos fazer isso para que as próprias famílias possam responder de forma mais humana aos desafios que lhes são próprios, suportadas pela sociedade civil e pelo poder público”.

Alexandre Japa afirmou que a instituição familiar tem sofrido ataques.

“Eu tenho certeza absoluta que essa frente parlamentar vai colaborar muito para que a sociedade de Valinhos possa valorizar a família”, discursou.

Marcelo Yoshida (PT) destacou que seria difícil encontrar alguém contrário ao fortalecimento da família.

“Minha estada aqui se faz necessária por mostrar outras possibilidades de família, para que essas famílias também sejam contempladas. E não se trata de um ataque à instituição família: se trata de uma adequação de uma nova forma de enxergar as diferentes possibilidades de família - as famílias monoparentais, as famílias afetivas, as famílias homoafetivas, também são famílias”, afirmou o vereador. “Em muitos casos, a família é o primeiro local onde a violência acontece: onde a violência sexual acontece contra as crianças; onde a população travesti e transexual é expulsa de casa; onde a primeira violência, o primeiro preconceito acontece dentro da própria família. Então, fortalecer a família também significa trabalhar com essas famílias contra o preconceito”, disse.

Thiago Samasso afirmou que fortalecer os laços familiares contribui para o desenvolvimento de crianças e adolescentes.

“Nossas crianças em seus lares são o futuro de Valinhos”, disse. “Uma família fortalecida tem como consequência uma juventude com menor chance de chegar ao mundo das drogas e também de prevenir contra a iniciativa sexual precoce, além de favorecer na formação e trazer relação com uma vida adulta ativa e de qualidade”, afirmou.

Simone Belini comemorou a existência da frente.

“Eu estou muito feliz de estar aqui participando desse evento e ainda de ter recebido o convite de participar dessa frente parlamentar. É tão importante isso para nossa cidade como um todo”, discursou. “Estamos aqui todos juntos, trabalhando pelo bem das nossas famílias”, concluiu.

Pandemia e pobreza                               

A vulnerabilidade econômica também foi assunto dos discursos.

A secretária Tathiane Boldarini destacou a necessidade de apoio social.

“A família é provedora de cuidados aos seus membros, mas ela também precisa de cuidados. Muitas vezes ela não consegue proteger os seus membros porque está desprotegida”, discursou. “No nosso município, apesar de não parecer, também temos desigualdades sociais. Em Valinhos tem pobreza, sim – e é nisso que a gente trabalha todos os dias. Então a gente tem percebido que o grau de vulnerabilidade das famílias vem aumentando e isso atinge todos os membros, porque eles não conseguem fazer o que precisam”.

Fábio Damasceno lembrou as famílias que perderam recursos devido à pandemia.

“Quando na família há fragilidade, a tendência dos problemas familiares acontecerem é maior”, disse. “O poder público acaba tendo que socorrer muitas [das famílias]. Aí está a importância do terceiro setor – as entidades, as igrejas – que também têm o seu papel social de ajudar essas famílias”, destacou.

O evento ainda teve um discurso gravado especialmente da secretária nacional da Família, Dra. Angela Gandra Martins, e falas de Marcelo Amgarten, Eliane Macari e do Padre Tarcísio Pereira Machado, da Paróquia Sant'Ana de Valinhos.