Região do São Marcos vai ganhar parque linear com ciclovia de 1,8 km

Região do São Marcos vai ganhar parque linear com ciclovia de 1,8 km

Prefeito Orestes Previtale em vista às obras do novo parque linear que terá ciclovia de 1,8 km e vai beneficiar mais de cinco mil famílias da região
Prefeito Orestes Previtale em vista às obras do novo parque linear que terá ciclovia de 1,8 km e vai beneficiar mais de cinco mil famílias da região

Quem passa pela Avenida 2, que faz a ligação da região da Capuava com o Jardim São Marcos deve ter percebido a movimentação intensa de máquinas e homens na área pública localizada entre a avenida e a via férrea. O local, segundo o Departamento de Comunicação da Prefeitura, está sendo preparado para a construção de um grande parque linear e da primeira ciclovia da cidade com extensão de 1,8 km, que trará benefícios diretos para mais de cinco mil famílias da região.

Para a realização das obras da ciclovia, que será realizada como contrapartida de empreendedor da região, o Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos (DAEV) recuperou a rede de galerias do emissário de esgotos que passa no local. A ciclovia terá seu início no pontilhão da via férrea e seu final próximo ao Residencial Vila do Sol.

Esta semana o prefeito Orestes Previtale foi conferir de perto o andamento das obras e anunciou que além da ciclovia também irá transformar toda a área quem margeia a Avenida 2 num grande parque linear, para a prática do lazer e de atividades físicas. “Vamos transformar a região num grande cartão postal que irá valorizar ainda mais esta região”, disse empolgado o prefeito.

Para o prefeito, a construção de uma ciclovia é demonstração de que seu governo está também preocupado com questões relacionadas com a mobilidade urbana, meio ambiente, sustentabilidade e a saúde da população.

Já em relação ao parque afirmou que está será uma importante conquista de todos os moradores da região. “As obras de construção da ciclovia também irão ajudar a revitalizar toda a extensão desta grande área pública e, permitirá a conexão de centenas de pessoas que moram na região – Jardim São Luiz, Santa Maria, condomínios Terras do Oriente, Terras do Caribe, Portal do Sol – com a região da Capuava”, explicou. Para ele, a ciclovia funcionará como um espaço de lazer e atividade física e também uma importante via de deslocamento para aqueles que gostam de utilizar a bicicleta como meio de locomoção ao trabalho.
 

+ Fotos: