Mães cobram a entrega da Cesta Básica para alunos da Rede Municipal

Mães cobram a entrega da Cesta Básica para alunos da Rede Municipal

Mães de alunos da Rede Municipal de Ensino se mobilizaram através das redes sociais nesta semana para cobrarem a Prefeitura de Valinhos a respeito da entrega da cesta básica para as famílias que necessitam de amparo alimentar neste período de pandemia.

Até o momento a atual Administração não realizou nenhuma ação para suprir essa demanda. “Liguei na Secretaria de Educação e foi dito que os questionários respondidos para a cesta básica foi somente um levantamento. Nada foi assegurado que iremos receber essa cesta básica”, disse uma mãe. “A escola da minha filha disse que chegaria um SMS, mas até agora nada. A minha pergunta cadê o dinheiro? Algum vereador pra ver isso?”, desabafou outra mãe. 

Elas se mobilizaram pelas redes sociais para protocolar um pedido de informação junto à Prefeitura cobrando explicações. “Não podemos ficar de braços cruzados”, escreveu.

No dia 31 de março a Prefeitura divulgou que os 12 mil alunos da Rede Municipal receberiam a cesta básica no final de abril ou início de maio. Naquele momento a prefeita Lucimara havia anunciado um processo licitatório que estava em curso. No dia 5 de abril a Prefeitura iniciou o cadastramento de famílias interessadas. “Vamos efetuar a compra de cestas para todos os alunos da Educação, de forma a somar a cesta da Assistência Social e ao auxílio emergencial, ofertado pelo governo federal”, disse a prefeita Lucimara na ocasião. Um mês depois as famílias ainda não receberam a cesta básica.

A Folha de Valinhos questionou a Prefeitura de Valinhos a respeito da situação. De acordo com a Secretaria da Educação, “o processo está em andamento para, em breve, ser marcado o pregão. Após o resultado deste, é que poderemos avançar na data de programação de entrega e distribuição nas escolas”.

Assistência Social

As famílias que se encontram com dificuldades podem procurar a Secretaria de Assistência Social para solicitar a cesta básica. “O intuito é que nenhuma família da cidade fique sem assistência alimentar neste momento difícil pelo qual estamos passando. Sabemos que muitos precisam desse amparo, portanto, vamos atendê-los, através dos critérios sociais.”, afirmou a prefeita Lucimara.