Vinhedo renova contrato com hotel pet para cuidado de cães de rua

Vinhedo renova contrato com hotel pet para cuidado de cães de rua

A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, renovou a parceria com um hotel pet do município para acolher provisoriamente cães em situação de vulnerabilidade. O prefeito Jaime Cruz conferiu de perto o serviço na última quinta-feira, 9.

“Nosso governo tem como objetivo central cuidar de vidas e nele os animais estão incluídos. Infelizmente muitas pessoas abandonam seus bichinhos ou não fazem controle de natalidade e muitos animais acabam ficando na rua, sem nenhum tipo de cuidado. Com esta parceria nós acolhemos esses cães, cuidamos e depois os oferecemos para adoção, para que eles também possam ter um lar”, destacou o prefeito Jaime Cruz.

Acompanharam o prefeito Jaime Cruz durante a renovação da parceria o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Juliano Ferraguti, a chefe de gabinete da pasta, Alessandra Fontanesi, juntamente com o proprietário da empresa Casarão Pet. Neste local, os animais, além de serem acolhidos e receberem os cuidados necessários, passam também por adestramento, para que estejam sociabilizados no momento da adoção.

Este serviço é oferecido para cães que moram na rua, que muitas vezes são machucados, atropelados, sem alimentação regular e não para tutores que querem abandoná-los. A coleta é feita pela Diretoria do Bem-Estar Animal e também pela Guarda Municipal, que encaminha os bichinhos para o hotel. As vagas são limitadas, por isso o acolhimento é provisório, pois o objetivo deste trabalho é encontrar um lar para os animais.

Vinhedo trata a causa animal com muito respeito. Na atual administração foi criado o Conselho Municipal do Bem-Estar dos Animais, foram realizadas no ano passado aproximadamente 700 castrações gratuitas de cães e gatos, e firmado ainda o convênio inédito com a ONG Mata Ciliar, que permite a recuperação e reinserção de animais silvestres à natureza.

Por diversas ações realizadas neste segmento Vinhedo é uma das 10 cidades na América Latina reconhecidas como Cidade Amiga dos Animais – Melhores práticas no manejo humanitário de cães e gatos, da World Animal Protection Brasil. No Estado, apenas São Paulo possui esse título.

“Neste momento de pandemia muitas pessoas têm adquirido animais, em alguns casos bate o arrependimento e não pensam duas vezes em abandoná-los nas ruas. Esse trabalho gera custos à Administração e muito sofrimento para o bichinho. É importante tomar essa decisão com responsabilidade, pois são seres vivos”, comentou o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Juliano Ferraguti.