Vinhedo intensifica atividades de combate ao Aedes Aegypti em Vinhedo

Vinhedo intensifica atividades de combate ao Aedes Aegypti em Vinhedo

José Carlos Severino

As ações farão parte da 5ª Campanha Regional de Combate ao Aedes Aegypti, promovida pela EPTV
As ações farão parte da 5ª Campanha Regional de Combate ao Aedes Aegypti, promovida pela EPTV

A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Saúde, intensificou as ações de combate ao Aedes Aegypti – transmissor da dengue, chikungunya, zika e da febre amarela urbana – no município. A cidade integrará a 5ª Campanha Regional de Combate ao Aedes Aegypti promovida pela EPTV, lançada na última quinta-feira, 21, com a presença do prefeito Jaime Cruz.

“Dengue é um assunto muito sério. E as outras doenças provocadas pelo Aedes também. Os governos de toda a região estão trabalhando muito para erradicar o mosquito e aqui em Vinhedo não é diferente. Nossas ações de combate ao Aedes não param. Parabéns à EPTV, por criar um projeto tão importante como este, de conscientização”, destacou o prefeito Jaime Cruz.

O secretário de Saúde, Flávio Moreira, acompanhou o prefeito no lançamento da campanha. As atividades desenvolvidas durante todo o ano pelo Setor de Controle de Zoonoses se dividem entre atendimento de solicitações, atividades de casa a casa, ações de busca ativa, bloqueio de controle de criadouros, avaliação de densidade larvária, vistorias em pontos estratégicos e imóveis especiais, como hospitais, escolas e indústrias e identificação de larvas.

Outro trabalho realizado periodicamente no município são as atividades educativas. O diretor Rogério Levy representou a Secretaria de Educação no evento. No próximo dia 14 de dezembro, data marcada no projeto da EPTV para realização de mutirões e eventos em cidades da região, a Praça Sant’Ana sediará mais uma grande ação com panfletagem, stands com materiais demonstrativos e abordagem com motoristas e pedestres que passarem pelo local.

A ação contará com o apoio dos escoteiros de Vinhedo, que das 9h às 12h entregarão folhetos explicativos sobre como evitar e combater o aparecimento do mosquito, além da presença da equipe de Controle de Zoonoses, preparada para atender às possíveis dúvidas da população.