Série "Concertos Petrobras-EPTV" prossegue com apresentação gratuita na 6ª

Série "Concertos Petrobras-EPTV" prossegue com apresentação gratuita na 6ª

Arquivo PMC

O trio Pablo de León, Horácio Schaefer e Roberto Ring
O trio Pablo de León, Horácio Schaefer e Roberto Ring

Com sua proposta permanente de levar música da melhor qualidade ao interior do estado de São Paulo, a Temporada 2019 dos Concertos Petrobras-EPTV tem continuidade na próxima sexta, 16,  às 20h, com  apresentação gratuita no Teatro Castro Mendes. O concerto tem apoio da Secretaria de Cultura de Campinas.

No palco estarão o violinista  Rommel Fernandes e o trio Pablo de León, Horácio Schaefer e Roberto Ring. O grupo vai executar duas obras fundamentais do repertório de câmara, o "Quarteto de cordas Nº 3 Op. 41", de Schumann, e o "Quarteto Rosamunde" de Schubert.

Rommel Fernandes
Mineiro de Maria da Fé, Rommel Fernandes iniciou seus estudos musicais no Conservatório Estadual de Pouso Alegre e obteve o bacharelado em Violino pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp), como aluno de Ayrton Pinto. Nos Estados Unidos, obteve os títulos de Mestre e Doutor em Música com Honors pela Northwestern University, na classe de Gerardo Ribeiro. Frequentou o Lucerne Festival Academy, na Suíça, e o Tanglewood Music Center (TMC), nos Estados Unidos, onde se aperfeiçoou em música de câmara. Foi spalla da Orquestra do TMC, atuando sob regência de Bernard Haitink e James Levine. Como membro da Chicago Civic Orchestra trabalhou, entre outros, com Charles Dutoit, Christoph Eschenbach, Daniel Barenboim, Gidon Kremer, Lorin Maazel, Pierre Boulez e Pinchas Zukerman. Foi músico convidado das sinfônicas de Boston e Chicago. Desde 2009 é spalla associado da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Trio
O núcleo musical do projeto Concertos Petrobras-EPTV é o trio formado por Pablo de León (violino), Horácio Schaefer (viola), e Roberto Ring (violoncelo). Desde sua criação, em 2001, o grupo já realizou mais de 700 concertos.  Pablo de León é spalla da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Horácio Schaefer é chefe do naipe das violas da OSESP-Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Roberto Ring integrou a Orquestra Sinfônica de Campinas, a OSESP, a Orquestra de Câmara Villa-Lobos e, nos últimos anos, tem intensa atividade como músico de câmara.

As obras
Franz Schubert (1797-1828) compôs o "Quarteto em lá menor Nº 13, D.804" em 1824. Dos quinze quartetos de cordas que escreveu, este foi o único a ser apresentado publicamente antes de sua morte. É uma obra-prima, marcada por um clima de tragédia, depressão e desespero, reflexo da vida sombria do compositor na época. O apelido "Rosamunde" vem do segundo movimento, no qual Schubert usa um tema que escreveu um ano antes, quando compôs música incidental para uma peça com o título "Rosamunde, Princesa de Chipre".
O "Quarteto de Cordas Nº 3 em lá maior Op. 41" é o mais popular dos três quartetos de cordas que Robert Schumann (1810-1856) compôs em 1842 – o seu chamado "Ano da Música de Câmara". Dedicados a Mendelssohn, foram escritos em questão de poucas semanas. Mas antes de se colocar diante da partitura o compositor dedicou-se a estudar os quartetos de Haydn, Mozart e Beethoven. Manifestava assim sua reverência aos mestres do passado, ao mesmo tempo em que procurava tomar sua própria direção e dar sequência ao desenvolvimento da forma.

Programa

Franz Schubert (1797-1828)
Quarteto de cordas nº 13 em lá menor, D.804, "Rosamunde"

Robert Schumann (1810-1856)
Quarteto de cordas Nº 3 em lá maior, Op. 41

Serviço
Concertos Petrobras-EPTV

Quando: 16 de Agosto, sexta-feira, 20h
Onde: Teatro Castro Mendes Praça Correa de Lemos, s/n. Vila Industrial. Campinas). Telefone (19) 3272-9359.
Entrada gratuita.
Classificação: livre para todas as idades
Realização: EPTV
Patrocínio: Petrobras