Para melhorar isolamento social, Campinas antecipa feriados municipais

Para melhorar isolamento social, Campinas antecipa feriados municipais

Diferente da Câmara Municipal de Valinhos, a Câmara de Campinas aprovou nesta quinta-feira, dia 21, projeto de Lei que autoriza a Prefeitura a antecipar os feriados do dia 11 de junho (Corpus Christi) e do dia 20 de novembro (Consciência Negra), respectivamente,  excepcionalmente no ano de 2020, com o objetivo de manter as pessoas em casa e aumentar a Taxa de Isolamento Social

Assim, nas próximas terça e quarta-feira da próxima semana, dias 26 e 27 de maio, será feriado em Campinas. Em Valinhos, projeto idêntico foi rejeitado por unanimidade na noite da última terça-feira, dia 19.

Na Região Metropolitana de Campinas - RMC - até essa quinta-feira, dia 21, foram confirmados 2074 casos de Covd-19 e 98 óbitos. A doença já está presente em todas as 20 cidades da RMC.

Em âmbito estadual, o governador João Doria (PSDB) também tenta aprovar um projeto que prevê antecipar a comemoração do 9 de julho para a próxima segunda-feira, 25, criando um "feriadão" de seis dias.

“Quero esclarecer que não estamos criando feriados, mas antecipando os já existentes. Os feriados não são para lazer, mas para que as pessoas fiquem em casa e aumente o isolamento social, no qual o índice é maior nos fins de semana e feriados, ficando acima de 55%. Esta é a meta que queremos atingir. Durante a semana fica em torno de 44%”, disse Wanderley de Almeida, secretário de Relações Institucionais da Prefeitura de Campinas. 

O secretário completou que houve uma conversa entre a Prefeitura e representantes da Igreja Católica e da Comunidade Negra sobre a importância de antecipar esses feriados e esclareceu que as datas serão lembradas.

Na segunda-feira será antecipado o feriado estadual, conforme Governo do Estado de São Paulo, de 9 de julho, da Revolução Constitucionalista de 1932.

A antecipação de feriados é necessária porque o número de casos de Covid-19 vem aumentando na cidade. Ao ampliar o isolamento é possível controlar o avanço da disseminação do vírus, diminuir o contágio e evitar o colapso do sistema de saúde.

“Esses feriados são a tentativa de quebrar a transmissão do vírus. A medida será refletida mais para frente, daqui a cerca de 10 dias. É fundamental que toda a população contribua, que cada um faça a sua parte, que fique em casa”, explicou o secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza.