Indaiatuba já soma 16 pontos de cobertura do sistema Meu Wifi em prédios públicos

Indaiatuba já soma 16 pontos de cobertura do sistema Meu Wifi em prédios públicos

Usuário tem uma hora de acesso contínuo à internet gratuita; conexão pode ser realizada mais de uma vez ao dia
Usuário tem uma hora de acesso contínuo à internet gratuita; conexão pode ser realizada mais de uma vez ao dia

Meu Wifi ultrapassou 1,6 milhão de acessos em dois anos de funcionamento

O sistema Meu Wifi, a rede pública de internet disponibilizada gratuitamente pela Prefeitura em prédios públicos municipais, completou dois anos com 16 pontos atendidos e mais de 1,6 milhão de acessos registrados. O maior número de acessos foi feito no Ponto Cidadão, onde os munícipes usaram o Meu Wifi mais de 119 mil vezes desde que o sistema foi disponibilizado, em julho de 2020.

O acesso à internet de forma gratuita pode ser feito no Paço Municipal, Terminal Rodoviário, Praça Dom Pedro II, Ponto Cidadão, UPA 24h, Hospital Dia; UBS João Piolli; Casarão Pau Preto e o CRAS II - Centro de Referência de Assistência Social do bairro Tombadouro. As novidades deste ano é que o Meu Wifi também passou a atender a Secretaria de Cultura; Casa da Memória; Bicicross; UBS Camargo Andrade; UBS do Campo Bonito; Bem Viver e Farmácia Unificada.

Para utilizar o sistema os visitantes devem acessar a conexão via wifi no telefone celular, escolher a rede Meu WiFi, efetuar um breve cadastro inicial e aceitar o termo de uso da rede. A partir daí o usuário tem uma hora de acesso à internet gratuita. Caso haja necessidade, o sistema permite novos acessos no mesmo dia.

O prefeito Nilson Gaspar define o Meu Wifi como um programa de inclusão tecnológica, digital e social. “Este é um serviço gratuito que tem sido muito elogiado pela população e que pretendemos estender para mais pontos, atendendo todas as regiões da cidade”, reforçou.

Em Indaiatuba, a implantação da internet gratuita para a população nos prédios públicos foi feita sem onerar o município, por meio de uma parceria com as empresas locais provedoras de internet, viabilizada pela Lei Municipal nº 7.120/2019.