Detran.SP leiloa mais de 600 veículos em Campinas

Detran.SP leiloa mais de 600 veículos em Campinas

O Detran.SP realiza em Campinas leilão online de 638 veículos nesta sexta-feira, dia 15. Os veículos foram apreendidos por questões administrativas, como falta de licenciamento, CNH vencida, apreensão por alcoolemia, entre outros. Em 2020, foram realizados 92 leilões em todo o Estado de São Paulo.

As inscrições para participação devem ser feitas pelo site da empresa responsável pelo certame, que pode ser acessado pelo portal do Detran.SP (www.detran.sp.gov.br). Após a inscrição, o cidadão receberá uma senha para sua participação na data agendada.Os interessados podem visitar o pátio localizado na Rua Francisco Teodoro, s/n. Há necessidade de agendamento em função da pandemia de Covid-19.

Os leilões são feitos em três modalidades: Veículos com direito à documentação (que podem ser transferidos para o comprador e têm condições de circular normalmente); veículos em fim de vida útil (adquiridos por empresas credenciadas para reaproveitamento de peças); e veículos destinados à destruição e reaproveitamento de sucata (adquiridos por processadores de sucata).

Os veículos serão ofertados para pagamento à vista. A transferência será de responsabilidade do comprador após regularização da documentação e de eventuais débitos de taxas e encargos.

Os leilões são boas opções para se adquirir veículos a preços convidativos, mas é preciso ter cuidado para não cair em sites falsos de pregões. O primeiro passo para participar dos leilões oficiais do Detran.SP é acessar o portal (www.detran.sp.gov.br), onde está publicado o edital do pregão.

Este documento trará dados importantes, como nome e contato do leiloeiro, dados dos veículos, endereço e horário de visitação aos pátios É importante ficar atento, ainda, às fotos exibidas nos sites falsos, que trazem imagens de veículos lavados e estacionados em vagas separadas. Empresas que estiverem executando certames ilegais usando o nome do Detran.SP para pregões de veículos devem ser denunciadas à Polícia Civil e à Ouvidoria do Detran.SP no site www.detran.sp.gov.br.

 

 

 

Fonte: Detran/SP