Cidades da região de Campinas arrecadam mais de R$ 707 milhões no primeiro ciclo do IPVA

Cidades da região de Campinas arrecadam mais de R$ 707 milhões no primeiro ciclo do IPVA

A Secretaria da Fazenda e Planejamento fechou balanço parcial do primeiro ciclo de pagamentos do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2021, em janeiro. Até o último dia do calendário de vencimentos, em 20/1, as 30 cidades que compõem a região de Campinas arrecadaram R$ 707.384.715,16, referentes ao pagamento à vista e à primeira parcela do imposto.

O IPVA é fundamental para o orçamento do munícipio já que, descontados os 20% destinados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), as cidades da região recebem metade do valor arrecadado.

No período, 467.322 proprietários de veículos quitaram o imposto à vista, com desconto de 3%. Outros 383.526 efetuaram o pagamento da primeira parcela. No total do Estado, 7.972.769 proprietários de veículos pagaram o imposto na totalidade ou a primeira parcela, totalizando uma arrecadação de R$ 6.638.883.359,57, um valor de 4,9% maior que o mesmo período de 2020.

O calendário de vencimento do IPVA terá sua sequência a partir de 9/2. Os proprietários devem ficar atentos às datas de vencimento do tributo definidas de acordo com o final de placa para o pagamento à vista, sem desconto, ou para o pagamento da segunda parcela do imposto.

Para efetuar o pagamento, basta se dirigir a uma agência bancária credenciada com o número do RENAVAM (Registro Nacional de Veículo Automotor) e realizar o recolhimento do tributo, através dos terminais de autoatendimento ou nos guichês de caixa. O pagamento pode ser feito também pela internet ou via débito agendado, ou por meio de outros canais oferecidos pela instituição bancária. O IPVA também pode ser pago em casas lotéricas.

 

 

Fonte: Secretaria da Fazenda e Planejamento