Casal de estelionatários mantinha mulher em cárcere há 20 anos em Vinhedo

Casal de estelionatários mantinha mulher em cárcere há 20 anos em Vinhedo

Foto - Reprodução/EPTV

Elcio Pires Junior e Marina Okido: casal acusado de manter idosa em cárcere privado
Elcio Pires Junior e Marina Okido: casal acusado de manter idosa em cárcere privado

A cidade de Vinhedo foi surpreendida por uma história surreal. Na noite desta terça-feira, dia 25, um casal foi preso pela Polícia Civil sob a suspeita de manter uma idosa em cárcere privado por 20 anos. 

Segundo informações, a polícia se dirigiu à casa dos suspeitos após receber uma denúncia de estelionato e, quando chegou ao local se deparou com a vitima que pediu ajuda.  Ela era mantida em situação análoga à escravidão e obrigada a cuidar da mãe da mulher presa, de 88 anos, sem receber nenhum salário ou benefício pela função.

Ao avistar os policiais na casa, a mulher de 63 anos pediu ajuda aos agentes que, após achar a situação estranha, conduziu o casal até a delegacia para prestar depoimento. No local, foi descoberto que a família da vítima, que é de Colorado (PR), já havia registrado um boletim de ocorrência de desaparecimento em 1996.

A idosa vivia em dois cômodos sem acesso à rua e não tinha nenhum contato com o mundo externo. A polícia ainda informou que ela veio do Paraná para o estado de São Paulo para trabalhar como empregada doméstica na residência do casal, primeiro em Campinas e depois em Vinhedo, mas nunca recebeu dinheiro por isso. A vítima também já foi agredida pelos criminosos, que retinham seus documentos.

"Ela não tinha contato com o mundo exterior. Ela tinha um isolamento social absurdo. Ela não saía da residência, não falava com ninguém a não ser com os autuados e com a senhora idosa", afirmou a delegada Denise Margarido.