Campinas tem 24 pacientes internados com Covid-19 em hospital de Campanha

Campinas tem 24 pacientes internados com Covid-19 em hospital de Campanha

Hospital conta 36 leitos para o atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19. Outros 18 serão abertos nas próximas semanas
Hospital conta 36 leitos para o atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19. Outros 18 serão abertos nas próximas semanas

O Hospital de Campanha de Campinas, montado na sede dos Patrulheiros, conta, na tarde desta quarta-feira, 20 de maio, com 24 pacientes internados. A unidade começou a funcionar na última sexta-feira, dia 15. Mais de 30 pessoas já foram atendidas. A informação foi passada pelo prefeito Jonas Donizette durante transmissão ao vivo na internet.

O hospital conta 36 leitos para o atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19. Outros 18 serão abertos nas próximas semanas. Se necessário, a unidade tem capacidade de ampliação para até 114 leitos.

A construção e todos os equipamentos são de responsabilidade da ONG Expedicionários da Saúde (EDS), grupo sem fins lucrativos. A gestão é da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar. A área, no Parque Itália, foi cedida pela administração dos Patrulheiros Campinas. A Prefeitura de Campinas não teve gastos com a implantação, mas é responsável pelo custeio da unidade.

O local é voltado para média e baixa complexidade. “A pessoa que está no Hospital de Campanha não está tão grave que precise ficar numa unidade hospitalar de alta complexidade, mas também não está tão bem quanto aquele que está em casa em observação”, disse o prefeito.

A unidade será de atendimento referenciado, ou seja, os pacientes serão encaminhados por meio da Central de Regulação. Dessa forma, a unidade, de atendimento exclusivo a pacientes de Campinas, não será porta aberta e demandas espontâneas não serão atendidas.

“O Hospital de Campanha está sendo um grande diferencial. O momento da implantação foi exato. Esses 36 leitos estão desafogando nossa área hospitalar. A estrutura está à frente de muitos hospitais regulares. Cada um desses leitos tem um monitor cardíaco. A unidade tem seis respiradores para os casos de pacientes que tenham uma piora no quadro e precisam ser transferidos”, explicou o presidente da Rede Mário Gatti, Marcos Eurípedes Pimenta.

O hospital também conta com três ambulâncias exclusivas para a Covid-19, que ficam à disposição da unidade. A medida é uma parceria com o Exército.

Novos leitos

A partir da noite desta quarta-feira o Hospital Ouro Verde vai contar com mais 15 leitos de UTI Covid. Cinco serão implantados na noite desta quarta-feira. Na quinta, dia 21, serão implantados mais dez.