Câmara reabre Biblioteca e entrega Galeria dos Emancipadores

Câmara reabre Biblioteca e entrega Galeria dos Emancipadores

Nesta semana, a Câmara de Louveira reabriu ao público a Biblioteca Municipal Estudante Willian Bassi, que estava prevista para ser inaugurada em março, mas que teve as atividades suspensas devido à pandemia da Covid-19. O uso do espaço, entretanto, está sendo permitido com restrições sanitárias, de acordo com o Ato da Presidência 14, publicado no dia 7. Além da biblioteca, o presidente Láercio Neris (PTB) declarou como inaugurada, também, a Galeria dos Emancipadores, que também seria entregue à população no aniversário da cidade, em 21 de março, e precisou ser suspensa.

A Biblioteca é composta por livros didáticos e paradidáticos, jornais da cidade, revistas e material audiovisual. Em novo espaço, junto ao edifício anexo da Câmara, a biblioteca possui local para consulta do acervo, além de equipamentos de informática, com acesso a internet, para que os frequentadores possam utilizar durante as pesquisas. Parte do acervo também poderá ser retirada pelos usuários cadastrados. Em agosto de 2019, a Câmara de Louveira assinou parceria com a Academia Louveirense de Letras e Artes (Alla), após a posse da nova diretoria. Com a parceria, a Academia poderá utilizar o espaço para a realização de eventos literários e culturais.

Outro espaço aberto ao público é a Galeria dos Emancipadores, título dado às pessoas que apoiaram a causa que culminou na emancipação de Louveira em 1965, tendo autonomia político-administrativa como município. A Galeria foi criada por meio de Resolução em 2008, mas não havia sido colocada em prática. Este ano, após reunir fotos e pesquisar os nomes daqueles que receberam oficialmente o título, por meio de Decretos Legislativos em 1983, a Câmara de Louveira presta essa homenagem àqueles que lutaram por essa conquista.

O presidente da Casa, vereador Láercio Neris explicou que os dois locais deveriam ser abertos ao público no aniversário da cidade. “Infelizmente tivemos que suspender a reabertura da Biblioteca e a inauguração da Galeria devido à pandemia. Pelo bem de todos os envolvidos, para que não houvesse aglomeração de público, restringimos o acesso, mas não paralisamos as atividades legislativas”, explicou. O vereador ressalta que, após o município entrar numa fase mais branda do Plano São Paulo, esta semana, resolveu reabrir a Câmara ao público. “Reabrimos ao público tomando algumas medidas sanitárias de prevenção. Resolvemos entregar a Biblioteca e a Galeria para o público, respeitando o momento, por isso não realizaremos qualquer cerimônia”, justificou.

Para acessar o recinto da Câmara, que funciona de segunda a sexta, das 9 às 17 horas, os frequentadores terão a temperatura corporal monitorada e deverão, obrigatoriamente, utilizar mascara cobrindo nariz e boca. Também estão sendo adotadas medidas para evitar aglomerações, com redução do número de assentos nos plenários, e regra de distanciamento social de metro e meio entre as pessoas.