Para vocês, Pais

Aceitem meu abraço fraterno,
minhas orações e essa poesia em especial
pelas suas lutas incansáveis,
pelas suas atitudes responsáveis
como homens, esposos e pais.

Não importa os seus nomes,
vou chamá-los simplesmente de José,
como admirável esposo de Maria,
que acreditou, que viveu na profecia
e aceitou o desígnio de Deus Javé.

Felicito cada um de vocês,
homens valentes, descentes, capazes,
queapesar das suas dificuldades
de enfrentarem tão triste realidade,
conseguem honrar a missão que trazem.

Nesses tempos tão difíceis
onde o descaso fere e dói,
não e fácil administrar um lar
implantarnele, o respeito e a paz
e ainda ser dos filhos um herói.

Josés que o mundo retrata,
sobreviventes dos trancos da vida,
violentados em seus direitos
com sonhos e planos desfeitos
nessa Pátria tão mal repartida.

José dos becos, das vilas, dos morros,
suas favelas são seus condomínios,
onde os guardas estão sempre de alerta,
onde sua gente chora, grita e protesta...
Pobres “Josés” do salário mínimo.

Das suas vidas vieram outras vidas,
pelos seus sexo forte por instinto
mas que, apesar dos seus machismos
e de todo seus autoritarismos,
vocês são frágeis como um menino.

Se vocês se tornaram pais,
acreditem, não foi por acaso,
pois a vida tem seus mistérios,
entendê-la é impossível, um caso sério,
explicar, não tem como, é sagrado.

Lamento por vocês pais doentes,
já sem resistência e sem vaidade
suas esperanças tornaram-se ausentes,
deixando-os ainda mais impacientes
ao se sentirem vítimas da desigualdade.

Amanhã será um dia festivo,
repleto de comemorações, de felicidade,
dia em que as famílias se reúnem
em alegria,tudo em seus lares se resumem
em honra de suas paternidades.

Que Deus abençoe seus lares
meus bons amigos, meus “bons Josés”.
Sejam sempre portadores da harmonia,
sejam para os seus, motivo de alegria,
Como fez José, da Família de Nazaré.

Feliz Dia Dos Pais!