Nossa Previdência Social - Haverá um tempo..

 

Cidadãos valinhenses! Para quem desconhece, o dia 24 de janeiro, se comemora o dia do aposentado. Pelo que ouço, leio e vejo, haverá um tempo que nossa previdência social, não existirá mais! Acho que escrevi algo muito forte. Vou ser menos pessimista. Haverá um tempo que nossa previdência social do jeito que caminha irá pagar somente benefícios de auxílio-doença e pensão por morte, ou seja, não concederá mais nenhum benefício de aposentadoria.
Porque escrevo isso. No decorrer dos anos, o INSS vem implantando diversas regras para corrigir distorções, fraudes e regulamentar benefícios, principalmente no que se refere a qualquer tipo de aposentadoria.
Um dos principais motivos é que nós brasileiros estamos vivendo mais! Ainda bem! E com isso, o custo vem crescendo assustadoramente. Os técnicos do INSS para conter essa demanda, vêm criando mecanismos para prolongar o pedido deste benefício que quando foi criado tinha objetivo de dar uma aposentadoria digna.
Hoje o Brasil está adotando a regra da Europa, ou seja, a idade é um fator essencial para atrasar gradualmente o pedido de aposentadoria. Os países desenvolvidos estão desistindo das antigas fórmulas de aposentadorias para acompanhar o avanço da expectativa de vida.
O motivo principal para as mudanças é que a conta da previdência não está fechando, porque quanto mais nós vivemos, maior é o período em que se recebe o benefício, e com isso o valor está virando uma bola de neve.
Em uma roda de conversa de amigos, todos foram unânimes que se não forem tomadas decisões duras, para corrigir as distorções, simplesmente nossa previdência social não terá condições de conceder novas aposentadorias.
Na Europa, a Grã Bretanha, um dos países ricos, iniciou no ano passado uma campanha de incentivo para que os segurados procurem planos de aposentadoria complementar. A intenção é que daqui três anos, as empresas da Grã Bretanha terão que adotar planos de previdência privada para os funcionários. Tanto os segurados como os patrões não estão gostando desta atitude.
Mas voltando a falar de nossa situação, são bilhões de reais que faltam para fechar as contas. Os aposentados culpam o governo por aplicar recursos da previdência em outros setores. Não podemos nos esquecer que existem benefícios como bolsa-família que é um valor considerado, e serviu de plataforma política.
Em dezembro passado foi alterada a idade da aposentadoria compulsória dos servidores públicos de 70 para 75 anos de idade. Alguém dúvida que brevemente irão alterar a aposentadoria por idade da mulher de 60 para 65 anos, e do homem de 65 para 70 anos no INSS?
Não adianta o segurado reclamar, questionar, xingar, que não vai votar em mais nenhum político. Temos que ter consciência que nossa expectativa de vida melhorou muito, e isto tem um custo.

Edmilson Barbarini é servidor público municipal, bacharel em ciências contábeis
e-mail: ebarbarini@ig.com.br

Edmilson Barbarini

Edmilson Barbarini é servidor público municipal, bacharel em ciências contábeis.