Liberdade

Cara leitora, caro leitor, liberdade não é só não estar preso. Muitas vezes, até mesmo o preso é livre. Qualquer pessoa é livre se pensa por si própria, se pensa o que quer, se se pode dizer o que pensa. Natan Sharansky, um judeu que viveu na União Soviética e havia sido preso por confessar que era judeu, disse uma vez que a liberdade dele não começou quando ele foi solto, mas exatamente quando ele foi preso. Ele se tornou livre quando ele falou que era judeu, e isso o levou para a prisão física, mas ao mesmo tempo era um sentimento poderoso de liberdade poder falar quem ele era e o que ele pensava.
O ex-piloto de Formula 1, Nico Rosberg, quando anunciou sua aposentadoria aos 31 anos, dias após ganhar seu primeiro e único título, disse que mais que “feliz”, ele se sentia livre. A rotina dos atletas de alto nível e dos executivos muitas vezes se assemelha a uma prisão. Pressão por resultados, por superação. Prisão e privação de fazer o que quer. Mesmo o dinheiro no banco permitindo, muitos não são livres. “Às vezes parece liberdade, mas são as grades da prisão”.
A dívida é também um grande aprisionamento dos sonhos, das capacidades, do sono.
Também não temos como ser livres se tanta gente vive ao nosso lado sem ter o que comer; se tanta gente vive sem ter aonde ir; se tanta gente padece de dor.
A pressão do escritor é escrever; do pintor é pintar; do artista, atuar. Pressão que pode se tornar uma prisão. A liberdade acompanha agora este escritor, acreditando no poder da mensagem libertadora. Mas assim que finalizar este artigo, a pressão pelo próximo não o deixará tão livre assim.
Liberdade individual é uma busca, uma conquista diária, mas ao mesmo tempo, para conquistá-la, muitas vezes construímos uma prisão. De qualquer forma, vale a pena lutar.
“Quem pensa por si mesmo é livre, e ser livre é coisa muito séria”. Renato Russo

 

Gustavo Gumiero, publicitário e doutorando em Sociologia pela Unicamp -gustavo@perfeitapalavra.com.br