Espetáculo Circo Misterium, do Barracão Teatro e Cia. Gravitá, estreia temporada on-line em Vinhedo

Espetáculo Circo Misterium, do Barracão Teatro e Cia. Gravitá, estreia temporada on-line em Vinhedo

Miguel Magalhães

A peça é uma ficção sobre a principal fragilidade humana: o inevitável encontro com a morte. Através do encantamento das artes e do riso, Circo Misterium oferece uma reflexão de forma leve, mas profunda, sobre o tesouro mais rico que temos: a vida

Você já pensou o que faria se fosse parar no portal entre a vida e a morte? O circo, com sua pluralidade de estilos, faz um elogio à vida e à diversidade religiosa de forma poética e cômica no espetáculo Circo Misterium, do Barracão Teatro, importante centro de investigação das Artes da Cena localizado em Campinas. As apresentações serão neste fim de semana, nos dias 15,16 e 17 de outubro, às 20h, com transmissão gratuita pelo no canal do Youtube da Secretaria de Cultura e Turismo de Vinhedo.

O espetáculo é realizado por meio do Programa de Ação Cultural (ProAC) e pela campanha de financiamento coletivo Credo Quia.

O palhaço Zabobrim, interpretado por Esio Magalhães, ao se engasgar com uma bola de pingue-pongue acaba chegando ao portal entre a vida e a morte. Nessa tênue linha, se vê diante de suas certezas e dúvidas sobre a própria existência, num possível dia do próprio juízo final.

Imaginando estar na porta do céu e sabendo-se um pecador inveterado, começa a rezar desesperadamente para se salvar. Porém, ao contrário do que esperava, surgem vários seres imortais representando princípios de diversas religiões, crenças e filosofias, que serão apresentados por artistas circenses e suas múltiplas especialidades como lira, bambolê, faixa aérea, Buuggeng, força capilar e acrobacia mão a mão.

Além dos imortais, Zabobrim encontra Scientia, um cientista que vem estudando o portal para descobrir o que é a morte, e assim entender o significado e o sentido da vida. Juntos, compartilham sensações para a tão enigmática resposta, sempre com respeito à ciência e às religiões que tentam dar sentido à existência humana.

Impulso criativo
Em tempos tão difíceis, em que o fundamentalismo e a violência por intolerância religiosa se naturalizam cada vez mais em nossa sociedade, falar sobre o mistério da vida com poesia, humor e muito respeito é importantíssimo para elevar o nível de convivência e sociabilidade entre os concidadãos. “A espiritualidade sempre esteve e está presente na experiência humana e na sua relação com o mistério da vida: de onde viemos, para onde vamos, o que fazemos aqui?”, questiona o ator Esio Magalhães, que interpreta Zabobrim.

Para ele, as religiões são os caminhos por onde os seres humanos escolhem, cada um à sua maneira, exercer a relação com a espiritualidade. “É uma manifestação cultural necessária, capaz de trazer alento, unir pessoas e ajudar a superar dificuldades. A ciência também é um caminho que busca, por meio de evidências, explicar este mistério”, reflete.

O processo de criação de Circo Misterium teve início em meio à pandemia. Desde janeiro de 2021, o elenco trabalhou de forma remota para construir, com segurança, a dramaturgia e os números que compõem o espetáculo.  Na fase de finalização da obra, foram realizados ensaios híbridos entre virtual e presencial.

Assim como a morte não avisa o dia e nem horário para chegar, Esio// fez uma imersão sobre o tema da finitude. Na sua página do Instagram, promoveu encontros com pessoas de diversos segmentos para que relatassem como encarariam se estivessem no portal entre a vida e a morte. O ator conversou, ainda, com representantes religiosos como Vanda Fonseca Coelho (Espiritismo), Mãe Eleonora (Candomblé), Soha Chabrawi (Islamismo), Daniel Lima (Umbanda), Bruno Davanzo (Budismo), André de Azevedo (Cristianismo), Daniel Zekhry (Judaísmo), Ademário Ribeiro Payaya e Cosme Pankararu (cosmogonia de povos originários).

O espetáculo é uma ficção sobre a principal fragilidade humana: o inevitável encontro com a morte. Através do encantamento das artes e do riso, Circo Misterium enseja uma reflexão de forma leve, mas profunda sobre o tesouro mais rico que temos: a vida.

Ficha técnica – Circo Misterium
Parceria: Cia Gravitá
Direção, Dramaturgia e Concepção de Cenário: Esio Magalhães
Assistente de Direção: Tiche Vianna
Elenco:
Alessandro Coelho
Bárbara Francesquine
Débora Ishikawa
Esio Magalhães
Helder Vilela
Mai Yamachi
Sandra Silva
Vulcanica Pokaropa

Vozes em off - em ordem de entrada:
Ser de Luz:  Maria Helena Chira
Rahamim: Marina Mathey
Irandiran: Pascoal da Conceição
Zamam: Carol Badra
Anama Anga: Patrícia Bastos
Rigpa: Clarissa Kiste

Música Original: Marcelo Pellegrini
Concepção e operação de Luz: Beatriz Nauali (Luzamba Iluminação e Sonoridade)
Operação de som: Erico Damineli
Figurino: Helen Quintans
Costureira: Cleusa Quintans
Cenário - execução: José Soares (O Hiperurânio Cenografia)
Lona - execução: Jader Morais (Tio Bocão)
Produção audiovisual: Laboratório Cisco
Arte Gráfica: Ana Muriel
Produção executiva: Cau Vianna
Produção: Barracão Teatro

Serviço:

Circo Misterium
Quando: 15,16 e 17 de outubro
Horário: 20h
Onde: No canal do Youtube da Secretaria de Cultura e Turismo de Vinhedo https://bit.ly/sec_cultura_vinhedo
Duração: 70 minutos
Classificação: Livre, mas não é um espetáculo infantil

Boas Histórias Comunicação
Kátia Camargo - (19) 99141.8391
Leila Branco - (19) 98167.7441
Maria Claudia Miguel (Cacau) - (19) 99743.2142