Banda AESC faz apresentação para idosos do Recanto dos Velhinhos

Banda AESC faz apresentação para idosos do Recanto dos Velhinhos

 A atividade faz parte do Projeto Empatia, que tem como objetivo incentivar ações que ajudem o próximo
A atividade faz parte do Projeto Empatia, que tem como objetivo incentivar ações que ajudem o próximo

Alunos, professores, colaboradores e pais de alunos do Colégio AESC Objetivo estiveram no Recanto dos Velhinhos de Valinhos, na última sexta-feira, para uma apresentação da Banda AESC. A ação faz parte do Projeto Música e do Projeto Empatia, que tem como finalidade incentivar os estudantes a ajudarem o próximo com simples ações do dia a dia.

Para a apresentação aos idosos, foi feita uma seleção específica, com músicas mais antigas, como Carinhoso, do Pixinguinha, passando por Charles Chaplin e outras eternizadas por Erasmo Carlos e Celly Campello . “Nós preparamos um repertório exclusivo para eles com o objetivo de, através da música, trazer boas recordações, reavivar memórias e, claro, proporcionar um momento de felicidade e diversão”, diz a professora de Música do AESC e coordenadora da banda, Mirella Jacob Mansour. “E acredito que conseguimos! Eles cantaram conosco, acompanharam as músicas com empolgação e até dançaram. Também percebemos que o "efeito felicidade" foi além daquele momento! Ao irmos embora, muitos ainda cantarolavam, juntos, pelos corredores”, comemora.

De acordo com a coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental II, Débora Lugli, os alunos ficaram muito animados com a apresentação. “Esses projetos sempre são muito positivos porque todos se envolvem de maneira genuína. Tivemos, inclusive, a participação de vários pais. A gente vai com o objetivo de levar alegria para as pessoas, mas, na prática, nós é que somos carregados de muita energia boa. É uma vivência incrível para todos”, comenta.

A banda é composta por alunos do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio, que participam da Programação Avançada de Música. A seleção dos alunos é feita todo início de ano, através de uma audição. Eles tocam em eventos do colégio e também se apresentam em instituições da cidade, beneficiadas pelo Projeto Empatia.

“O Projeto Empatia surgiu há três anos. Sempre fizemos ações beneficentes, mas sem nomes específicos. Daí, decidimos reunir essas ações em um único projeto, que levou o nome de Empatia”, explica a coordenadora do Ensino Médio, Kamilla Oliveira Leal. “Através dele, fazemos quatro campanhas anuais fixas de arrecadação de produtos que são doados para a Santa Casa, o Recanto dos Velhinhos, a Casa da Criança e a APAE Valinhos, além de algumas campanhas emergenciais, como a que fizemos para as vítimas de Brumadinho”, exemplifica. Nas campanhas já realizadas este ano, foram arrecadados cerca de 700 quilos de alimentos, 150 litros de óleo e 200 litros de leite, entre outros itens.

O projeto também trabalha o comportamento dos alunos no dia a dia. “Nós sempre pedimos que eles se coloquem no lugar do outro e incentivamos a não jogarem lixo, a deixarem a mesa do lanche em ordem para quem vai comer depois. São atitudes simples, mas que ajudam a formar essa consciência de respeito ao próximo”, destaca Kamilla.