ACESA Capuava retoma oficinas culturais gratuitas em formato on-line

ACESA Capuava retoma oficinas culturais gratuitas em formato on-line

No ano de 2019 a empresa UPL, com sede em Campinas, financiou as oficinas de fotografia e música. Neste ano, é a farmacêutica Myralis, com sede em Valinhos, que está patrocinando as oficinas de música, dança, teatro, pintura em tela e desenho animado.

Essas oficinas trazem benefícios direto às mais de 40 crianças atendidas pela ACESA Capuava, entidade sem fins lucrativos de Valinhos que tem como público alvo crianças, jovens e adultos com Transtorno do Espectro Autista, deficiência intelectual, deficiência múltipla e surdez.

Durante os dois últimos meses de 2020, as atividades, que normalmente são abertas à comunidade de Valinhos, serão realizadas ainda de maneira remota e estendidas somente aos assistidos e suas famílias. Os professores enviam vídeos interativos por meio dos quais explicam os exercícios a serem feitos e, para que haja monitoramento, orientação e avaliação, as famílias enviam vídeos e fotos das atividades sendo realizadas.

No último dia 3, as oficinas retornaram oficialmente. O projeto é baseado no tripé de sustentação: conscientização, em prol da inclusão e socialização da pessoa com deficiência, resgate da memória de Flávio de Carvalho, por meio de atividades artísticas que vão ao encontro de seus ideais, e acesso à cultura para todos.

“As oficinas são realizadas com o intuito de quebrar barreiras de convivência, combater o preconceito à pessoa com deficiência e proporcionar a manutenção das atividades culturais da entidade. Como estamos há meses realizando os atendimentos terapêuticos em formato on-line, temos a certeza de que as oficinas culturais vieram para somar e trazer ainda mais alegria aos nossos atendidos, mesmo havendo o distanciamento”, diz a Coordenadora Técnica da ACESA Capuava, Renata Lobo Catusso. 

A equipe preparou também um vídeo que reúne todos os profissionais que estão colocando em prática esse trabalho com as famílias assistidas. Para acessá-lo, basta ingressar na página do Youtube da instituição.