ENTREVISTA: Pastor Rui Mendes Faria

ENTREVISTA: Pastor Rui Mendes Faria

RAIO-X
Pastor Rui Mendes Faria

“Nos primeiros cultos tínhamos cinco participantes”

Uma casa de família, um homem, sua esposa, dois filhos e uma vizinha. Juntos, em 1.987, celebraram os primeiros cultos daquela que viria a se tornar uma das mais tradicionais igrejas da cidade de Valinhos: a Comunidade Evangélica Cristo Vive.
Atualmente localizada na Avenida Altino Gouveia, próxima ao CLT, a Igreja que conta hoje com aproximadamente 800 membros, comemora 32 anos de existência no mês de julho de 2019. Em entrevista à Folha de Valinhos, o fundador da instituição, pastor Rui Mendes Faria, conta a história da comunidade e fala sobre o que acredita ser o papel da igreja no município.

Em que ocasião foi fundada?
Ela começou da forma mais simples e humilde que deveria começar. Em minha casa. Nos primeiros cultos tínhamos cinco pessoas como participantes: minha esposa, meus dois filhos, eu e uma senhora de idade que morava ao lado de nossa casa. Após algum tempo o número de pessoas começou a crescer e os cultos passaram a ser realizados também em outras casas e garagens aqui em Valinhos e também em Campinas.

O primeiro templo foi onde hoje está instalada a Igreja?
Não. O primeiro local ou templo já definido como início de uma igreja organizada foi em Vinhedo, na Av. Castelo Branco. E em mens de um ano o espaço se tornou pequeno para quantidade de pessoas que frequentava.

E por que se mudaram para Valinhos?
Numa avaliação em relação ao local de moradia dos membros da Igreja naquele momento concluímos que como alguns vinham de Vinhedo, outros de Valinhos e outros de Campinas, Valinhos seria um local central.
E foi assim, que em 1989, alugamos um espaço que até hoje é marcante na vida da Comunidade na Rua Maria Quitéria, perto do antigo velório da cidade.

E foi lá que a Igreja cresceu?
Sim. Foi lá que a igreja se fortaleceu e cresceu de maneira tremenda e a Cristo Vive tornou-se uma igreja conhecida tanto no município como também em muitos outros lugares do Brasil e fora dele.

E como chegaram ao atual endereço?
A chegada ao atual endereço aconteceu por direção de Deus. Senti em meu coração que deveríamos nos mudar para aquele prédio, o que chegou a ser, nos primeiros dias, um choque para alguns membros. Afinal, estávamos saindo de um lugar central na cidade e indo para a mais distante periferia conhecida naquela época. Isto foi até comentário para outros pastores colegas que desaconselhavam essa decisão pelo prejuízo que poderia ocasionar a localização.
Porém, hoje sabemos que realmente foi algo de Deus e o atual endereço é um dos cartões postais da cidade. Estamos em frente a dois parques do município.

 

Qual a data exata de aniversário da Igreja?
Nossa data festiva não é um dia e sim um mês todo. Julho todo. por isso temos várias atividades que envolvem o aniversário da nossa comunidade. Um culto de ação de graças dia 06, uma grande e tradicional festa onde a avenida é fechada e mais de 1.500 pessoas frequenta e uma grande atividade infantil  chamada EBF (escola bíblica de férias), que neste ano serão 3 dias.

Na sua opinião, qual o principal papel da Igreja?
Nosso slogan é: uma igreja família que ama você. Isto motiva todos nosso trabalho e ministérios. Somos igreja cristã, evangélica e como fundamento temos a Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador, temos a Bíblia como a única regra de fé e nela está nossa direção. Pregamos o evangelho e proclamamos as promessas do Senhor.
Mas, isso não pode ficar só num discurso, deve ser algo praticado e vivido, assim como o Senhor o fez. Sempre zelamos para que toda vida que ao entrar nas instalações da comunidade seja recebido com um grande e forte abraço e um belo sorriso. Que seja atendido e no que for possível suprindo a suas necessidades tanto de afeto, físico e familiar.
Pode ser uma pessoa que  mora na rua,  recebera um banho, roupa, alimento, ou um casal em crise de relacionamento e ai entra o trabalho de aconselhamento, orientação e cuidado para com cada coração. Em fim tentamos suprir as necessidades daqueles que vem nos procurar.
Sabemos que isso Deus colocou no coração de cada líder e membro e é o ensino a cada domingo através do nosso pastor. 

32 anos depois, o senhor acredita que a Igreja tem cumprido seu papel em Valinhos? 
Em parte sim, mas, ainda tem muito a realizar. Acreditamos que já fizemos parte de muito o que tem acontecido nesta cidade de bom.  Estamos preocupados, oramos e abençoamos cada prefeito que governou e governa esta cidade.
Participamos de muitos trabalhos de ajuda e apoio a entidades assistenciais,  atendemos diariamente a muitas vidas tendo nossas portas abertas todos os dias das 8h da manhã até às 17h, sempre tendo no mínimo um pastor de plantão, realizamos bazares para ajudar a comunidade mais carente e também realizamos cursos e trabalhos para as necessidade das famílias como por exemplo: Apoio escolar, um trabalho voluntariado onde estudantes com dificuldades no aprendizados podem ter uma orientação ou ensino direcionado naquilo que necessitam. Temos fonoaudiólogos, terapeutas, e até aulas de judô que ensina as crianças a prática de um esportes, mas também,  uma forma de disciplina e melhor comportamento com outras pessoas.
Ainda temos muito a realizar e desenvolver e existem sonhos e planos ainda não implementados que esperamos em breve poder aplicar e assim ajudar mais esta querida cidade.

Quais as metas da Igreja para os próximos anos?
Que nossos ministérios e projetos se tornem  mais dinâmicos e que possam alcançar de forma mais completa e eficaz as necessidades das pessoas neste mundo tão agitado e confuso. Sabemos que as famílias nestes momentos estão sofrendo e não conseguindo poder reagir ou como lidar com problemas de educação, comportamentos e crises de relacionamento. Pessoas enfrentando depressão, ansiedades, abandonos e tantas outras dificuldades que deixa marcas profundas em cada coração e que só Senhor Jesus Cristo pode curar.
Nosso papel como igreja é poder levar esperança e mais amor ao um mundo em desespero e confusão

A festa deste sábado é aberta a toda a cidade?
Sim, com certeza, gostaríamos que todos possam se sentir bem acolhidos e festejar conosco um ano  mais da nossa comunidade com alegria e comunhão. Que a cada programação possam conhecer um pouco da Cristo Vive e um pouco de nós possam levar a suas casas. Carinho e respeito. Contamos e convidamos a todos para estar conosco.

Deixe uma mensagem de convite:
Mais que um convite, um compartilhar do que Deus tem feito em cada uma das vidas e famílias que frequenta nossa igreja. Muitos chegaram cansados, tristes, abatidos e até podemos dizer derrotados, mas ao conhecer o amor de Deus através de um abraço, uma palavra e uma atenção carinhosa foram tratados e curados, que assim seja com vocês, como foi para nós.
Todos necessitamos de uma palavra de esperança e amor e em cada uma das nossas atividades nos esforçamos para entregar e compartilhar isso.
Esse é nosso foco e ministério dentro da Comunidade Cristo Vive.
Que você e sua família ao estar conosco numa das nossas atividades possam sentir isso. Deus abençoe a todos.
 

+ Fotos: