Entrevista com Haru Cesar Waetge

Entrevista com Haru Cesar Waetge

 Delegado do CRECI em Valinhos . aos 21 anos, Harú Cesar Wartge fez uma das mais importantes escolhas de sua vida: ser corretor de imóveis
Delegado do CRECI em Valinhos . aos 21 anos, Harú Cesar Wartge fez uma das mais importantes escolhas de sua vida: ser corretor de imóveis

RAIO-X
Nome: Harú Cesar Waetge
Idade: 71 anos
Cidade de nascimento: São Paulo/Capital
Profissão: Corretor de Imóveis – Delegado do CRECI em Valinhos

Aos 21 anos, Harú Cesar Wartge fez uma das mais importantes escolhas de sua vida: ser corretor de imóveis. Hoje, 50 anos depois, ele se diz completamente realizado com a profissão. Proprietário de imobiliária com sede em Vinhedo e filial em Valinhos, Harú é o delegado do CRECI em Valinhos.

Às vésperas da celebração do Dia do Corretor de Imóveis, comemorado em 27 de agosto, Harú conta à Folha de Valinhos os detalhes de sua trajetória e expõe sua visão de mercado.

Como começou sua trajetória como corretor de imóveis?
Comecei em São Paulo, há cerca de 50 anos. Lá, trabalhei em algumas empresas do segmento e posteriormente vim para Campinas. Aqui na região, também atuei em empresas do mercado. Foi quando fui convidado para vir para Valinhos, onde fiquei durante 20 anos como gerente de uma grande empresa imobiliária. Após a saída da empresa, juntamente com o Valdir Anselmi - SubDelegado do Creci, fundamos a Renew Imóveis.

Por que escolheu essa profissão?
Por sempre acreditar de desenvolvimento contínuo e de grandes oportunidades para crescimento profissional.

Como foi sua primeira experiência como corretor?
Como acreditava na profissão, todas as minhas experiências foram ótimas. Obviamente sempre com o apoio da família.

Qual o feito que mais marcou sua carreira?
A captação de diversos empreendimentos que trouxeram para mim, e para companheiros próximos, excelentes retornos financeiros.

Como está o mercado de venda/aluguel de imóveis hoje?
Passamos por um momento muito difícil  da economia. Mas, felizmente ele está ficando para trás. Temos contado muito com os agentes financeiros CEF, Bancos, entre outros que ajudam e facilitam a comercialização de imóveis.

Algumas pessoas dizem que é melhor alugar do que comprar um imóvel. Como você enxerga essa afirmação?
São visões diferentes. Porém, ter um patrimônio sempre dá segurança. É sempre preciso levar a valorização do imóvel em consideração. É um investimento.

Qual o principal desafio de um corretor?
Acreditar e ser perseverante sempre.

Hoje você é delegado do CRECI em Valinhos. O que o cargo representa?
Na verdade e uma função que ajuda a fiscalizar as irregularidades existentes no mercado como corretores atuando sem Creci, e pessoas atendendo e agindo irregularmente.

Corretores também são responsáveis pela avaliação mercadológica de imóveis? Explique.
Sim. No momento que você faz uma avaliação ela tem que ser clara e precisa para o vendedor e locador ficarem seguros, por estarem amparados por um Corretor de Imóveis credenciado e devidamente habilitado. Quando for avaliação judicial, todo cuidado é pouco, para não prejudicar a parte solicitante.

Você indicaria sua profissão para outras pessoas?
Com certeza. Por estar tantos anos na profissão, sou visionário do mercado e acredito no desenvolvimento da profissão, mesmo com toda a tecnologia precisamos sempre do contato pessoal com o cliente para entender sua necessidade.

O que alguém que pretende ser corretor deve fazer? Por onde começar?

Primeiro é passo tirar o Creci, preparar a documentação pessoal e procurar sua Delegacia Regional. Lá, eles orientam os procedimentos e o curso que deverá ser feito para, posteriormente, com todos os requisitos solicitados, se tornar um profissional devidamente habilitado

+ Fotos: