Pastor Anips Spina fala sobre pandemia e espiritualidade

Pastor Anips Spina fala sobre pandemia e espiritualidade

Pastor Anips Spna, da Igreja do Nazareno em Valinhos
Pastor Anips Spna, da Igreja do Nazareno em Valinhos

Diante da repercussão da Série Especial ‘Deus nos esqueceu aqui?’, publicada pela Revista Up! Valinhos na edição de fevereiro, a Folha de Valinhos optou por publicar outros trechos da entrevista realizada com líderes religiosos de perspectivas diferentes sobre o momento da pandemia da Covid-19 que a humanidade enfrenta e a atuação de Deus nesse período. Nesta edição, o Pastor Anips Spina, da Igreja do Nazareno em Valinhos, fala sobre Deus, espiritualidade e religião em tempos de pandemia.

Onde está Deus na pandemia?
Ele é Onipotente, Onisciente, Onipresente. Ele tem o controle de tudo. Porém o homem tem livre arbítrio de escolha. Cada um tem seu tempo determinado. Se olharmos para o livro de Leviticos, vamos ver, que lavar as mãos, banhar-se, e ficar afastado, quando estivesse enfermo, foram orientações para preservar o povo. Interessante que a proibição de comer morcegos, que aparentemente foi a causa da pandemia. Também fala que a ciência se multiplicaria. O descobrimento das vacinas é parte da ação divina. Ele age imediatamente atuando diretamente ou age mediatamente, ou seja através de alguém, conhecimento, iluminando, o homem para as descobertas. Ele continua no controle.

Como a pandemia afetou a espiritualidade?
De duas formas. Aqueles que tem fé e buscam Sua orientação mantendo firme sua posição de cristão, amando a Deus e ao próximo como a si mesmo e aqueles que fogem de Sua presença, permitindo que a incredulidade os afaste cada vez mais da Vontade de Deus. Com isso observamos a violência, crise na família, feminícidio, discriminação, zombaria e tudo o que é contra o caráter, a ética, desobediência se manifestando.

Como a religião pode contribuir com a sociedade?
Ela é fundamental nesse momento, para ajudar na saúde física, emocional, espiritual. O homem necessita de crer. É parte de sua essência. Até o que não acredita em nada, crê no nada. O cristão é chamado a testemunhar e ajudar a todos que se permitem serem ajudados. Como o bom samaritano, praticar boas obras, ajudando quem precisa materialmente e mostrar que temos a vida eterna através de Cristo Jesus, e por isso longe de temermos a morte, entendemos que na casa do Pai há muitas moradas. Dessa forma a religião, a fé é tão importante em momentos como esse que estamos vivendo.  A oração muda os pensamentos negativos em esperança. Ajuda a entender as situações difíceis e dá uma alegria e paz interior inconfundíveis.

Para ler as entrevistas acesse o site da Revista Up! Valinhos através do QR code abaixo: