Os perigos dos vícios - 2ª parte

Os perigos dos vícios - 2ª parte

Só Jesus liberta das drogas 

Momentos

com Pastor Rui Mendes Faria

Querido leitor, semana passada falamos sobre o perigo dos vícios, e hoje, como havia dito, vou continuar a tratar da dependência das drogas, um sério problema que tem afligido a vida de muitos. Esse vício maldito destrói vidas e famílias inteiras, além de trazer incontáveis danos à sociedade.

A Bíblia trata desse assunto em vários livros, usando o excessivo consumo do vinho como exemplo de algo que conduz à perdição, ao engano e a morte: (Provérbios 20.1; 23.29-35; Isaías 5.11; Efésios 5.18; 1 Tessalonicenses  5.6-8). As referências são ao vinho por ser a substância entorpecente mais comum existente na época, mas as lições também são aplicáveis ao uso das drogas porque, assim como o consumo de bebidas alcóolicas, elas conduzem o usuário à alienação mental.

Podemos facilmente constatar as consequências físicas causadas pela dependência das drogas, as quais são tremendamente prejudiciais no aspecto espiritual. Quem é dado ao entorpecimento, dá espaço para que o inimigo de nossas almas, o diabo, tome o controle de nossas vidas através da alma, subjugando e abatendo o espírito, fazendo-nos perder a consciência e abrir as portas para as forças do maligno: (Tiago 4.7; 1 Pedro 5.8).

Por esse motivo, a dependência das drogas conduz a uma devastadora destruição, levando pessoas a perderem-se completamente. Creio que você, querido leitor, esteja se perguntando: Como é possível nos livrar desse terrível vício? Em primeiro lugar, precisamos entender que o uso de drogas é um reflexo das obras da carne (Gálatas 5.16-21); uma clara manifestação de um coração vazio e uma alma enferma, ferida e machucada, que precisa de atenção e cura. Quando a alma não é profundamente tratada, busca a única solução aparente que conhece: a fuga.

A alma não tem condições de tratar a si mesma, por isso, conduz os enfermos ao consumo de drogas. Conheço casos de pessoas que por não se sujeitarem ao tratamento, tornaram-se depressivos, violentos consigo mesmos e com outros, e muitos, por fim, foram levados ao suicídio.

A graça e o amor de Jesus são as únicas soluções para a cura de corações e de almas feridas. Como alguém que cuida de vidas há muito tempo, posso assegurar-lhes que não há outro médico que se assemelhe a Ele. Crer em Jesus fará com que o espírito humano volte a ser operante, e este, com a ajuda do Espírito Santo, trará cura integral ao enfermo. Por isso a Bíblia diz que somente o Filho de Deus é quem pode verdadeiramente libertar (João 8.36).

É Jesus quem cura tomando conta de todo o nosso ser, libertando a alma de todas as dores, conduzindo-a a Sua paz e ao Seu descanso: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei" (Mateus 11.28). Todos os que se submetem ao tratamento de Jesus precisam ter fé e perseverar, crendo que Ele tem poder para fazer o que parece ser impossível.

Uma vez curado, é necessário que se mantenha firme nos Seus caminhos, alimentando-se da Palavra de Deus para que não volte a ser escravo do vício das drogas. Se nos desviarmos, abriremos espaço para que o inimigo ataque a alma e a destrua novamente. Se você conhece alguém que precisa de ajuda para abandonar o vício das drogas, ore com ele e diga que Jesus é a única esperança para uma nova vida. Havendo interesse na cura, sugiro que procure por seu líder espiritual. Caso não tenha, procure-nos; ficaremos felizes recebê-los e ajuda-los.

Uma semana de bênçãos e vitórias a todos!