Número de casamentos em Valinhos teve aumento de 19% em 2021

Número de casamentos em Valinhos teve aumento de 19% em 2021

De acordo com levantamento realizado pela Folha de Valinhos com dados divulgados em setembro pelo Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) através do Seade Estatísticas Vitais, do Governo Estadual, que contempla os dados de nascidos vivos, óbitos e casamentos para o acompanhamento das transformações demográficas na população, Valinhos registrou aumento de 19,85% nos casamentos de janeiro a julho no comparativo com o mesmo período do ano do ano passado. Foram 218 casamentos de janeiro a julho de 2020 contra 272 casamentos em 2021.

De 2000 a 2020 Valinhos teve 7.201 casamentos, incluindo 39 casamentos entre pessoas do mesmo sexo, sendo os dois primeiros casamentos registrados em 2013. O ano com o maior número de matrimônios foi 2014 com 859 uniões. O ano de 2020, marcado pela pandemia da Covid-19, teve o pior desempenho no comparativo dos últimos 20 anos. Foram apenas 458 casamentos. Até o julho o município teve 272 casamentos, confirmando a tendência de retomada.

Outro dado relevante deste levantamento é a faixa etária que predomina entre as pessoas que casaram. Em 2021, a faixa etária entre 25 e 29 anos teve o maior número de mulheres e homens que assumiram o compromisso da vida a dois. Oito mulheres e três homens com menos de 20 anos se casaram e seis homens e mulheres com mais de 65 anos também se uniram. O mês de março com 48 cerimônias foi o mês que teve mais casamentos, ultrapassando o mês de maio, conhecido como o mês da noiva, que registrou 39 casamentos.

Registro de nascimentos teve queda de 4% na cidade em 2021

Ainda de acordo com os dados divulgados pelo Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) através do Seade Estatísticas Vitais, do Governo Estadual, Valinhos registrou queda de 4,27% no número de crianças que nascem na cidade. Segundo a pesquisa, a cidade registrou o nascimento de 772 crianças de janeiro a julho de 2020 e 739 crianças no mesmo período deste ano de 2021. Deste total, são 378 meninos e 361 meninas.

Em relação à faixa etária, 37 mães têm menos de 20 anos, 298 mães têm entre 20 e 29 anos, 363 mães têm idade entre 30 e 39 anos e 41 mães estão na faixa etária de 40 a 49 anos.

O mês que registrou o maior número de nascimentos em 2021 foi maio com o registro de 126 nascidos vivos. Nos últimos 20 anos, entre 2000 e 2020, 14.465 crianças nasceram em Valinhos, média de 723 nascimentos por ano.

A Taxa de Natalidade em Valinhos, conforme cálculos baseados no levantamento de janeiro a julho de 2021, está em 5,55%. Isso significa que cinco crianças nascem a cada 1.000 habitantes. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) Valinhos conta atualmente com cerca de 133 mil habitantes.

Número de óbitos em Valinhos teve crescimento de 41% em 2021

Levantamento realizado pela Folha de Valinhos com dados divulgados pelo Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) através do Seade Estatísticas Vitais, do Governo Estadual, mostra que Valinhos registrou aumento de 41,35% no número de mortes no comparativo de janeiro a julho de 2020 e 2021, anos que sofreram forte impacto provocado pela pandemia da Covid-19 .

No ano passado, conforme a pesquisa, 486 pessoas vieram a óbito na cidade, sendo março o mês com o maior número de mortes: 89. Já neste ano o número de mortes saltou para 687, destaque para março com 149 mortes e junho com 107 óbitos, meses marcados pela segunda onda da Covid e a variante Delta, respectivamente.
Em relação à faixa etária com o maior número de ocorrências, as mulheres com mais de 90 anos representam a maior porcentagem de vítimas: 6,26%, ou seja, 43 mulheres. Em contrapartida, os homens com idade entre 70 e 74 anos representam o maior percentual: 8,15% ou 56 pessoas. Oito homens e duas mulheres morreram entre 0 e 4 anos.