Família Trombeta é a grande vencedora da Festa na categoria Figo Roxo

Família Trombeta é a grande vencedora da Festa na categoria Figo Roxo

 Os três primeiros lugares foram ocupados por membros da família
Os três primeiros lugares foram ocupados por membros da família

“Os ensinamentos de Ariel Trombetta renderam bons frutos”. Assim, Thiago Trombetta – filho de Ariel - define o sucesso conquistado pela família na 71ª Festa do Figo e 26ª Expogoiaba. A lista dos vencedores da Festa foi divulgada pelo Sindicato Rural de Valinhos e a Comissão Organizadora na última segunda-feira, dia 3. Os três primeiros lugares na categoria Figo Roxo foram ocupados pelos Trombetta.

Pai de João Pedro Trombetta, segundo colocado da Festa na categoria Figo Roxo com 568 pontos, Thiago conta que o objetivo da família é expandir cada vez mais os negócios voltados a agricultura. “Nós diversificamos as plantações e hoje também temos pêssego, goiaba e seriguela. O objetivo é ter colheitas durante todo o ano e, assim, garantir rentabilidade nos negócios”, conta.

No topo do pódio, com 585 pontos, está o irmão de Thiago, Marcelo Trombetta. O produtor liderou a competição desde o primeiro final de semana (18/1), quando somou 195 pontos e, na sequência 197 (25/1) e 193 pontos (1/2). Em terceiro lugar, com 556 pontos, está o jovem Rafael Trombeta, filho de Kelly Trombetta e neto de Ariel.

“Estamos caminhando bem, plantando cada vez mais. Obviamente, como em qualquer outra profissão, tudo depende da rentabilidade. Hoje, temos um sobrenome que representa qualidade e que traz consigo um know-how de mais de 50 anos produzindo frutos. Então, conseguimos comercializar nossos frutos a um preço um pouco melhor que o do mercado e isso ajuda bastante. Se depender de nós, a cultura do figo em Valinhos não vai acabar nunca, vai aumentar”, reforça Thiago.

Atualmente, 70% da produção de Figo dos Trombetta é exportada. “Produzimos cerca de 300 toneladas de figo por ano. São 30 mil pés em cerca de 10 hectares. A maioria é exportada para a Europa”, finaliza. 

OUTROS FRUTOS
Na categoria Goiaba Vermelha, o primeiro lugar ficou com o agricultor Leonardo José Joaquim, que somou 376 pontos nos três finais de semana (18/1 - 118 pontos; 26/1 – 144 pontos; e 1/2 – 114 pontos). O segundo lugar ficou com Nilvana da Cunha Scabello, que somou 364 pontos e em terceiro, Mário Scabello, com 358 pontos.

O produtor Yoshinobu Kusse, da colônia japonesa do bairro Macuco, foi o grande vencedor na categoria Goiaba Branca, com 359 pontos nos três finais de semana (18/1 – 114 pontos; 26/1 – 137 pontos; e 1/2 – 108 pontos). O segundo lugar ficou com Atushi Tory, que somou 315 pontos.

A família Pagotti dominou a categoria das Uvas Niagara. Na categoria Uva Niagara Rosada, o produtor Valter Eduardo Pagotti ficou com o primeiro lugar ao somar 335 pontos nos três finais de semana (18/1 – 109 pontos; 26/1 – 149 pontos; e 1/2 – 77 pontos). O segundo lugar foi para Irvando Getúlio Pagotti com 328 pontos e o terceiro para José Valter Pagotti, com 326 pontos.

Na categoria Uva Niagara Branca, José Valter Pagotti conquistou o primeiro lugar, com somou 334 pontos (18/1 – 113 pontos; 26/1 – 143 pontos; e 1/2 – 78 pontos). Valter Eduardo Pagotti, obteve o segundo lugar na soma de 320 pontos e Irvando Getúlio Pagotti, com 289 pontos, ficou em terceiro.

Além dessas premiações, 14 expositores que participaram da Exposição de Frutas receberam menções honrosas. As frutas foram julgadas nos três finais de semana de exposição por uma comissão formada por engenheiros agrônomos e fruticultores nos critérios embalagem, uniformidade do tamanho da caixa, tamanho das frutas e coloração. Para a garantia de isenção dos jurados, o julgamento é realizado sem a identificação do produtor.

Confira a lista completa de vencedores da 71ª Festa do Figo