As advertências de Deus

As advertências de Deus

Momentos

com Pastor Rui Mendes Faria

Querido leitor, nessa semana quero levá-lo a meditar sobre algo que tem me incomodado muito: a indiferença do homem frente as advertências de Deus. Não sei se você se deu conta, mas já há algum tempo, todo o planeta tem sofrido com catástrofes nunca antes experimentadas.
Desde o final de 2019, vimos o aparecimento do Coronavírus na China, que se tornou a maior pandemia já registrada na história.

No ano passado, inundações desabrigaram muitas pessoas na Alemanha, Bélgica e Holanda. Nos Estados Unidos, o pior tornado de todos os tempos, Elsa destruiu partes do sudeste. No Canadá, uma onda de calor sem precedentes matou quase oitocentas pessoas. Na Índia e no Iraque o calor também chegou à casa dos 50ºC.

A lista não para! Se fizermos uma pesquisa na internet, encontraremos tsunamis ocorridos na Ásia e África, terremotos na América Central e erupção vulcânicas na Europa. No Brasil, temos enfrentado a maior seca em noventa e um anos, e, ao mesmo tempo, enchentes assolam algumas regiões.
Desde o final de 2021, estamos enfrentando um período de chuvas fora do normal na Bahia e em Minas Gerais, onde muitas famílias perderam suas casas pelas inundações e existem muitos desabrigados.

Querido leitor, não quero assustá-lo! Meu objetivo é que você pense a respeito dessas informações e pergunte a si mesmo: é normal esse aumento de catástrofes ou existe alguma relação entre elas e o perceptível aumento da maldade no mundo? Será uma maneira que Deus usa para nos advertir sobre os maus caminhos e as más decisões que temos tomado? Será que o homem não está brincando de ser Deus? A Bíblia mostra que por duas vezes, Deus interviu na história humana por causa da impiedade e da maldade crescente dos homens.

Em Gênesis 6, Deus anuncia o dilúvio e no mesmo livro, no capítulo 19, a destruição de Sodoma e Gomorra. Você consegue perceber a semelhança com os dias atuais? Por causa da idolatria e da desobediência, Deus fez juízo na Terra. Até quando seguiremos com a impiedade? Onde chegaremos com nossos planos egoístas e perversos? Há muito que Deus, o Criador de todas as coisas adverte a humanidade sobre o abandono de Suas Leis e Seus Mandamentos, o que nos tem conduzido a níveis intoleráveis de rebeldia e crueldade.

Mesmo sendo afetado pelas catástrofes, muitos continuam resistindo ao amor de Deus e não se arrependem de seus pecados, justificam tais desastres com explicações científicas e não olham para dentro de si. Não se convertem e seguem enganando e sendo enganados.

Não há como saber os planos de Deus, mas uma coisa é certa, Jesus voltará para julgar todos os homens, e quando isso acontecer não haverá mais tempo para o arrependimento. Creia-me querido: hoje é o tempo de se voltar para Deus!

Reflita sobre essa verdade e busque viver em paz com todos e em santidade, sem a qual, ninguém verá o Senhor.