Dia da Consciência Negra tem programação em Valinhos

Dia da Consciência Negra tem programação em Valinhos

Tarde de eventos acontece na Praça Zumbi dos Palmares das 14h às 18h. A Associação de Valinhos promove uma série de atividades para a preservação e valorização da cultura e da identidade do povo negro, contra o preconceito e pela igualdade de direitos.
Tarde de eventos acontece na Praça Zumbi dos Palmares das 14h às 18h. A Associação de Valinhos promove uma série de atividades para a preservação e valorização da cultura e da identidade do povo negro, contra o preconceito e pela igualdade de direitos.

A Associação Cultural Afro-Brasileira de Valinhos, com o apoio das Secretarias de Esportes e Lazer e de Cultura, promove uma tarde de eventos na Praça Zumbi dos Palmares, no Bom Retiro II, entre 14h e 18h para celebrar o Dia da Consciência Negra, na quarta-feira, dia 20 de novembro, feriado municipal.

Promovida há 13 anos, a festa, segundo o presidente da Associação Afro-Brasileira, Osvaldo Reiner, terá brinquedos infláveis, distribuição de pipoca, algodão doce, roda de capoeira, sorteio de brindes e brinquedos, entre eles bicicleta, bonecas e bolas. “Junto com a festa, vamos promover nosso trabalho de conscientização e resgate da cultura do negro em nossa cidade”, disse.

A Associação de Valinhos promove uma série de atividades para a preservação e valorização da cultura e da identidade do povo negro, contra o preconceito e pela igualdade de direitos.
Por ser feriado municipal em Valinhos, no dia 20 apenas os serviços essenciais irão funcionar. A celebração do Dia da Consciência Negra está prevista no artigo 270 da Lei Orgânica do município.
Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro em todo o País. A data homenageia Zumbi, escravo que foi líder do Quilombo dos Palmares. Zumbi morreu em 20 de novembro de 1695. O objetivo da celebração é fazer uma reflexão sobre o relevo da cultura e do povo africano e o impacto que tiveram na evolução da cultura brasileira.

O Dia da Consciência Negra foi estabelecido pelo projeto Lei nº 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. No entanto, apenas em 2011 a presidente Dilma Roussef sancionou a Lei 12.519/2011 que cria a data, sem obrigatoriedade de feriado. Atualmente, mais de mil municípios brasileiros consideraram feriado o Dia Nacional da Consciência Negra.