Professores de educação física orientam prática de exercícios em casa na quarentena

Professores de educação física orientam prática de exercícios em casa na quarentena

É possível realizar inúmeras atividades com o próprio peso corporal, como agachamentos, flexões de cotovelo, abdominais, exercícios de equilíbrio
É possível realizar inúmeras atividades com o próprio peso corporal, como agachamentos, flexões de cotovelo, abdominais, exercícios de equilíbrio

Com o isolamento social por conta da pandemia do coronavírus e o fechamento temporário de academias e áreas de lazer, o hábito de se exercitar diminuiu entre a população. Mas é importante que, mesmo em casa, as pessoas continuem praticando atividades físicas de alguma forma, mantendo a qualidade de vida.

De acordo com o professor de musculação da Secretaria de Esporte e Lazer de Valinhos, Marcos Lopes, quando os ossos e músculos do corpo ficam sem exercícios físicos, perdem densidade e massa muscular, acarretando várias complicações futuras.

“Não podemos deixar de nos movimentar, pois sem atividades físicas acumulamos gordura, o que acarreta outros problemas de saúde, como diabetes, hipertensão e diversas outras doenças crônicas não transmissíveis”, explicou Marcos.

Segundo o professor, é possível realizar inúmeras atividades com o próprio peso corporal, como agachamentos, flexões de cotovelo, abdominais, exercícios de equilíbrio, coordenação e corrida estacionária, que simula a corrida sem sair do lugar. Pelo menos 30 minutos de exercícios todos os dias é o necessário para manter uma rotina de atividades físicas.

“Neste momento, também indico ioga, pois trabalha todos os músculos do corpo coordenados com a respiração, o que traz um estado de calma, autocontrole e bem-estar, minimizando o medo e angústia do confinamento”, disse Marcos.

O professor alerta que os iniciantes devem realizar exercícios de baixa intensidade, com poucas repetições, para evitar dores musculares e nas articulações.

O secretario de Esportes e Lazer, Paulo Sabioni, enfatiza que é necessário manter a preocupação com a capacidade física durante o isolamento.

”Gostaria de lembrar toda a população de Valinhos que quarentena não significa inatividade. Mesmo em casa, devemos realizar atividades físicas, visando trabalhar resistência muscular, força, flexibilidade e nossa capacidade cardiovascular. Assim estaremos mais capacitados para enfrentar a pandemia do coronavírus”, disse.

Confira dicas de exercícios nos links abaixo:

https://youtu.be/gzdv4OKj9Ho

https://youtu.be/cCe4KKZuf0U

https://youtu.be/y-3c8mQjmRY

https://youtu.be/U9Ar0mrYGgQ

https://youtu.be/aKHJgS20waQ